A Festa do Batismo do Senhor fecha o ciclo litúrgico do Natal

A Festa do Batismo do Senhor fecha o ciclo litúrgico do Natal. Ela faz a transição para a primeira parte do Tempo Comum que iniciaremos logo a seguir. Neste domingo, 10 de janeiro, revivemos e reanimamos nosso dom batismal que nos tornou filhos e filhas amados do Pai e nos fez olhar os outros como irmãos, formando a grande família de Deus.

A liturgia, tem como cenário de fundo o projeto salvador de Deus. No batismo de Jesus nas margens do Jordão, revela-se o Filho amado de Deus, que veio ao mundo enviado pelo Pai, com a missão de salvar e libertar os homens. Cumprindo o projeto do Pai, Ele fez-se um de nós, partilhou a nossa fragilidade e humanidade, libertou-nos do egoísmo e do pecado e empenhou-se em promover-nos, para que pudéssemos chegar à vida em plenitude.

Em virtude do Batismo somos chamados a ser discípulos e missionários de Jesus Cristo. Como diz o Doc. de Aparecida nº 209: “Os fiéis leigos são os cristãos que estão incorporados a Cristo pelo batismo, que formam o povo de Deus e participam das funções de Cristo: sacerdote, profeta e rei. Realizam, segundo a sua condição, a missão de todo o povo cristão na Igreja e no mundo. São homens da Igreja no coração do mundo e homens do mundo no coração da Igreja”. Como Igreja iremos fechar mais um ciclo litúrgico na viva esperança de que a Boa Nova de Cristo renovará a nossa esperança em dias melhores.

2021-01-08T14:16:14-03:0008/01/2021|