Abertura do Ano Jubilar Missionário 2022 na Arquidiocese de Brasília

A coordenação do  Conselho Missionário da Arquidiocese de Brasília (COMIDI) convida todo o povo fiel para a missa de abertura do Ano Jubilar Missionário no próximo dia 20 de fevereiro, às 10h30, na Catedral de Brasília.

 

No dia 20 de novembro de 2021, as Pontifícias Obras Missionárias completaram 43 anos de atuação no Brasil, e nesta mesma ocasião, foi lançado o Ano Jubilar Missionário, a ser vivido em 2022.

O Ano Jubilar Missionário terá como tema “A Igreja em estado permanente de missão”, e o lema, tirado de At 1,8, é “Sereis minhas testemunhas”, ao qual foi escolhido como centro da mensagem para o Dia Mundial das Missões de 2022.

Com efeito, o ano de 1972 marcou um novo impulso missionário que houve no Brasil, com a criação de diversos organismos, que têm como objetivo a maior e melhor articulação da atividade missionária na Igreja.

 

No vídeo, a identidade visual do Ano Jubilar Missionário:

 

O objetivo do Ano Jubilar Missionário

 

O objetivo do Ano Jubilar Missionário é expandir a consciência missionária, orientando-a à universalidade da Igreja, sobretudo através dos projetos Ad Gentes e Igrejas-irmãs. De fato, buscar uma Igreja em estado permanente de missão, é compreender que a missão não é algo optativo, ou pertencente apenas a um grupo na vida eclesial, mas é a sua própria natureza (cf. AG 2).

 

A programação do Ano Jubilar Missionário em 2022

 

No âmbito nacional, os motivos jubilares são:

  • 50 anos de criação do Conselho Missionário Nacional (COMINA);
  • 50 anos das Campanhas Missionárias;
  • 50 anos dos Projetos Igrejas Irmãs;
  • 50 anos do Conselho Missionário Indigenista (CIMI);
  • 50 anos do Documento de Santarém;
  • 60 anos do Centro Cultural Missionário (CCM);
  • 70 anos da criação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

 

No âmbito internacional vamos celebrar:

  • 400 anos de criação da Congregação para Evangelização dos Povos;
  • 200 anos do nascimento da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), fundada em 1822 pela venerável Paulina Jaricot;
  • 150 anos do nascimento do beato Paolo Manna, PIME, fundador da Pontifícia União Missionária;
  • 100 anos do motu próprio Romanorum Pontificum do Papa Pio XI, com o qual, em 1922, designou as Obras Missionárias como Pontifícias.

Com informações do Assessor do COMIDI da Arquidiocese de Brasília