Advento: Tempo de preparação para o Natal do Senhor

Neste domingo, 02/12, a Igreja dará início ao novo tempo litúrgico, Ano C, e assim, ao Advento, que corresponde às quatro semanas antes do Natal, período em que os cristãos se preparam alegremente para a solenidade do Nascimento de Jesus Cristo e também se enche de expectativa para a segunda vinda do Cristo, a parusia.

A palavra Advento vem do latim adventum e significa vinda ou chegada.  Este período tem início sempre no domingo seguinte a Solenidade de Cristo Rei, celebrada este ano no dia 25/11, e segue até o último domingo antes do Natal.

Nas duas primeiras semanas deste tempo litúrgico, somos convidados a recordar os textos da segunda vinda de Cristo onde o tema é o da vigilância e atenção ao “Dia do Senhor”. Já nas duas últimas semanas, os textos se voltam para a vinda histórica de Cristo nos convidando as alegrias do Natal.

Esse tempo litúrgico, cuja cor é roxa, deve ser celebrado pelos cristãos com sobriedade, sem cantar o Hino de Louvor: O Glória. Os instrumentos musicais devem ser tocados com moderação e o altar deve ser ornamentado de forma simples, tudo isso para não antecipar a contentamento e encanto próprios do Natal.

Mesmo com toda moderação que esse tempo exige, o arcebispo dom Sergio da Rocha explica que a alegria não deve ser deixada totalmente de lado, pois ela vem da esperança da vinda do Senhor ao nosso encontro, como enfatizou abaixo.

“Um dos aspectos essenciais que devemos deixar de vivenciar é a alegria que deve acompanhar a espera do Senhor que vem. A conversão não pode ser confundida com a tristeza ou o desalento. Ao contrário, a vinda do Senhor é, acima de tudo, motivo de consolação, ânimo, esperança e vida nova, para quem o acolhe”, concluiu o arcebispo.

Para auxiliar a comunidade a vivenciar este tempo litúrgico de forma proveitosa , o Setor Universidades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acaba de lançar o subsídio “Exercícios Espirituais para o tempo do Advento”.

Trata-se de um livreto que propõe um retiro espiritual, com orações e reflexões diárias para serem realizadas ao longo das 4 semanas do Advento, que além de preparar para o advento, auxilia a comunidade a se preparar com afinco para vivenciar o Mistério do Natal, como destacou o arcebispo de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e  Educação da CNBB, dom João Justino de Medeiros Silva.

“Tal experiência abrirá em sua vida espiritual um acesso diferenciado ao mistério do Natal. E você, de modo sereno e modesto, anunciará por palavras e por gestos que na humanidade de Jesus se encontra o sentido de nossa humanidade”, enfatizou dom João Justino.

O Livreto pode ser adquirido pelas Edições CNBB, no valor de R$ 10,00. Informações nos telefones: 0800 940 3019 ou (61) 2193-3019.

Símbolos do Advento

Um dos maiores símbolos do tempo do Advento é a Coroa ou a Grinalda do Advento, que também é considerada o primeiro anúncio do Natal.

A coroa tem um formato circular, o que significa que o amor de Cristo não tem princípio e nem fim. Por isso é confeccionado com ramos de pinheiro e cipreste, já que estas árvores possuem ramos que não perdem suas folhas no outono e estão sempre verdes.

A fita vermelha, que envolve a grinalda, lembra o amor de Deus que nos envolve, manifestada pelo nascimento de Jesus. E as quatro velas da coroa simbolizam, cada uma delas, uma das quatro semanas do Advento.

Vale ressaltar que, em alguns lugares costumava-se usar três velas na cor roxa e uma vela na cor rósea, referindo-se ao terceiro domingo do Advento, quando é celebrado o “Domingo Gaudete”, ou seja, o Domingo da Alegria.

 

Por Gislene Ribeiro