Aniversário de 69 da CNBB: comemorações abrem o Ano Jubilar da Conferência

Neste dia 14 de outubro, a Conferência Nacional dos Bispos de Brasil (CNBB) comemora seu aniversário de 69 anos e, também, é comunicado pela presidência da instituição a abertura do Ano Jubilar em vistas da comemoração do Jubileu de Platina da Instituição.

A gênese da ideia de criação da Conferência surgiu do coração de Dom Hélder Câmara, então bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, antes mesmo que tal organização fosse pensada pela Santa Sé, em âmbito universal. Esta intuição de Dom Hélder foi entendida como uma boa inspiração alavancando, com as experiências de associação dos bispos em outros países, a percepção da necessidade de um organismo colegial para promover a comunhão e a unidade dos bispos dentro de seus países.

No dia 14 de outubro de 1952, no Palácio São Joaquim, na cidade do Rio de Janeiro, a Conferência foi instalada e foi eleita a primeira comissão permanente do organismo presida pelo Cardeal Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, então Arcebispo de São Paulo e como secretário-geral, Dom Hélder Câmara, bispo auxiliar do Rio de Janeiro à época.

A instituição atravessou inúmeros momentos históricos marcantes durante estes 69 anos e ganhou relevância internacional pela organização estrutural, bem como, iniciativas que se tornaram exemplo para outras conferências no mundo e, inclusive para a Santa Sé.

Nesta comemoração, repleta de memórias, mas também de reflexão sobre o momento presente e o planejamento para o futuro, Padre Danilo Pinto dos Santos, Assessor da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação e Sec. Executivo do INAPAZ – organismo em que assessora Dom Paulo Cezar, arcebispo de Brasília – apresenta suas impressões sobre este momento de alegria para a instituição: “A Conferência Episcopal alcança seus 69 anos renovando a sua auto compreensão e atualizando o entendimento de si própria. Ela vive um momento muito bonito de renovação, a partir da qual tem buscado responder melhor os desafios do tempo presente, como também, encontrar caminhos possíveis diante de tanta transformação que nos foi exigida diante da pandemia.

Fazendo uma análise sobre a relação da conferência com os desafios atuais, o padre afirma que a CNBB “está também em profundo diálogo com todas mudanças e motivações que temos vivenciado na Igreja em âmbito universal e continental á exemplo do que temos vivido em preparação ao Sínodo dos Bispos e a Assembleia Eclesial do CELAM, tem sido um tempo bastante fecundo na vida da Conferência Episcopal e da sua contribuição na Igreja no Brasil e a sociedade.

Nesta oportunidade, a presidência da CNBB informou que está abrindo o Ano Jubilar em preparação ao Jubileu de 70 anos da Instituição. “Esses 69 anos também marcam o início de um tempo jubilar, porque no ano que vem estaremos completando os 70 anos de fundação da CNBB.” – afirma padre Danilo. A Conferência convida todos os católicos do Brasil a unirem-se para celebrar este momento de forma criativa e acolhedora, em todos os ambientes eclesiais, e afirma que, em breve, serão apresentados os eventos que serão realizados.

No vídeo, abaixo, personalidades destacam fatos marcantes da CNBB ao longo destes 69 anos:

 

2021-10-14T14:31:48-03:0014/10/2021|