Arquidiocese de Brasília celebra o encerramento do Ano do Laicato

No último domingo, 25, Dia de Cristo Rei do Universo, a Arquidiocese de Brasília realizou o fechamento do Ano do Laicato. O evento aconteceu na Catedral Metropolitana de Brasília e teve inicio às 15h30 com formações presididas pelos bispos auxiliares dom Valdir Mamede, dom Marcony Ferreira e dom José Aparecido.

Durante toda a tarde as formações foram intercaladas com animação musical, apresentação do Coral da Comunidade de Vida Shalom e testemunhos de fiéis leigos.

A primeira formação teve como tema: “O cristão leigo e a chamada a santidade” e foi conduzida pelo bispo Valdir Mamede. O tema foi retirado da exortação do Papa Francisco, Gaudete et Exsultate.

Dom Valdir deu início explicando a dinâmica do documento, que se é subdividido em cinco capítulos. Sobre o primeiro capítulo, que trata a Chamada à Santidade, dom Valdir falou que a vivência de vida rumo a santidade é uma possibilidade a todos nós. “A santidade é atributo divino, mas para nós torna-se uma possibilidade. O chamado a santidade é universal e nos mantém fiéis a nossa identidade mais profunda, livres de todas as formas de servidão, tornando-nos prontos para o mundo”.

Sobre o segundo capítulo da exortação, dom Valdir explicou as palavras do Papa Francisco quando colocou que há dois inimigos sutis para a santidade: o gnosticismo atual e o pelagianismo atual.  Para dom Valdir, o primeiro fala sobre a separação do intelecto da carne. “Seria basicamente muito intelecto e pouco coração.”, disse o bispo.  Já o segundo é quando há uma elevação do esforço e da vontade humana, dando a entender que essas características são puras e perfeitas.

Assista a formação completa:

Encerramento do ano do laicato – Dom Valdir Mamede

Posted by Eventos Católicos em Brasília on Sunday, November 25, 2018

 

A segunda formação foi conduzida por dom José Aparecido que abordou o tema: “O cristão leigo e a alegria de viver o Evangelho”, retirado da Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, também do Papa Francisco.

Dom José deu inicio falando que o documento mostra com convicção que conhecer Jesus Cristo é conhecer a verdadeira alegria. “Irmãos, a vocação dos cristãos, de todos os batizados, de todos aqueles que são confirmados é uma só e ela tem sua raiz no encontro com Cristo Crucificado, morto e ressuscitado por nós. É um encontro pessoal com Ele que enche a nossa vida de alegria.”, disse dom José.

O bispo continuou dizendo que no nosso cotidiano temos o papel de ser esse encontro das pessoas com Cristo. Seja no trabalho, no ambiente familiar, na rua, temos como leigos e leigas essa tarefa de levar Cristo para as pessoas.

Assista a formação completa:

Encerramento do ano do laicato – Dom José Aparecido

Posted by Eventos Católicos em Brasília on Sunday, November 25, 2018

 

Para fechar as formações dom Marcony falou sobre: “A participação dos fiéis leigos na Igreja-Comunhão”, tema retirado da exortação Christideles Laici do Papa João Paulo II.

A exortação do Papa João Paulo II fala sobre a missão do leigo na vida da Igreja. Seguindo tema proposto, Dom Marcony explicou que a caridade, o amor e a compaixão devem estar presentes no nosso serviço como leigo, principalmente quando servimos em uma pastoral, movimento ou outro serviço para a Igreja. “Se devemos amar a Deus e viver na alegria do Evangelho e ao mesmo tempo somos convidados a levar esse evangelho a todos, a missão do fiel leigo se faz de forma concreta, dentro e fora da Igreja.”

Dom Marcony continuou falando sobre a missão do leigo. “Essa comunhão na vida da Igreja se faz com Cristo, cabeça e com nossos irmãos. O viver em comunhão implica, por tanto, a escuta da Palavra e pela vivência dos sacramentos. Esta comunhão com Cristo e nosso irmãos, tendo a Eucaristia como centro, provoca na vida da Igreja a diversidade de dons, a diversidade de carisma. Devemos aprender a respeitar o carisma do outro. Não devemos somente ficar fechados na nossa pastoral, no nosso serviço. Temos que reconhecer que o Espírito Santo também está na outra pastoral, no outro movimento. A comunhão em Cristo Jesus se faz amando e nos alegrando pelo crescimento do outro, pelo crescimento da outra pastoral ou movimento.”

Veja a formação completa no vídeo abaixo. A formação começa logo após o testemunho da cantora católica Michele Abrantes:

Encerramento do ano do laicato – Testemunho de Michelle Abrantes e reflexão do Dom Marcony!

Posted by Eventos Católicos em Brasília on Sunday, November 25, 2018

 

Celebração

A Celebração de encerramento do Ano Nacional do Laicato teve início às 18h, e foi presidida pelo Arcebispo de Brasília, cardeal dom Sergio da Rocha e concelebrada pelos bispos auxiliares dom José e dom Marcony.

Dom Sergio ressaltou em sua homilia a importância do trabalho do leigo para a Igreja de todo o mundo.  “A Igreja precisa de vocês. A Igreja conta com vocês, não só para as ações no interior da comunidade, mas também fora, dando o testemunho de vida, na família, no trabalho, nas universidades, na política, nas artes, nos diversos ambientes da sociedade. Toda a Igreja é chamada a ser Sal da Terra e Luz no mundo”, disse o cardeal.

Dom Sergio deu continuidade: “Nós agradecemos muito a todos vocês irmãos e irmãs que vivem sua vida na Igreja. A igreja os chama de fiéis. Essa expressão muito bonita mostra que leigos e leigas são convidados a serem fiéis a Jesus, que caminha com Jesus na Igreja sendo fiel ao Senhor.”

Dom Sergio ressaltou a importância do trabalho dos irmãos leigos, principalmente naqueles lugares de difícil acesso, onde nem sempre os padres conseguem chegar. “ No Brasil há regiões que se não tivéssemos a atuação dos leigos e leigas nós não teríamos o evangelho sendo anunciado, porque se torna difícil a presença de um sacerdote. No mundo temos regiões, temos países que são os leigos e leigas que mantem a Igreja, são ele que transitem a fé.”

Sobre o Dia de Cristo Rei, dom Sergio explicou que quando se fala em rei podemos correr o risco de associarmos Jesus com os reis deste mundo, mas segundo o cardeal, “Jesus não é um rei que busca salvar a si próprio, não é um rei que busca honrarias ou riquezas. Jesus é o rei que nos dá a vida, que se apresenta simples, que se apresenta com uma coroa de espinhos. Seu trono é a própria cruz.”, explica dom Sergio.

Para concluir, dom Sergio explica que em Cristo somos todos vencedores e vitoriosos: “Esse Rei Senhor é vitorioso é vencedor pela sua ressureição. Ele venceu a própria morte. Nós cremos nesse Deus e com ele esperamos também vencer tantos desafios da vida pessoal, da vida de nossas famílias e da sociedade”.

No ofertório, representantes dos Setores Arquidiocesanos de Pastorais e Movimentos ofertaram ao altar do Senhor seus trabalhos e serviços, por meio de símbolos representativos de seus grupos. Os objetos foram colocados no altar junto à imagem da Sagrada Família.

Ao final da Celebração dom Sergio agradeceu mais uma vez a presença de todos os fiéis e o trabalho dos leigos e leigas em nossa Arquidiocese e fez questão de conceder uma benção especial de envio a todos dizendo “Ide irmãos e irmãs anunciar o Evangelho. Ide ser Sal da Terra e Luz do Mundo. Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe”.

Confira as fotos do evento no Facebook da Arquidiocese.

 

Por Kamila Aleixo

 

2018-11-26T13:16:26-02:0026/11/2018|