Arquidiocese recorda Primeira Missa da Capital Federal

 

Na manhã do dia 03 de maio de 1957, há quase 62 anos, era celebrada a primeira Missa de Brasília.

A Celebração foi presidida pelo então arcebispo de São Paulo, cardeal dom Carlos Camelo de Vasconcelos Motta, na Praça do Cruzeiro, ponto mais alto do Planalto Central.

Para acolher os fieis que chegavam da carreata que precedeu a celebração, e foi iniciada no aeroporto da Capital Federal, situado no Lago Sul, foi montada uma grande tenda de lona em frente à Cruz de Cristo.

Cerca de 15 mil pessoas participaram da Cerimônia, entre elas, o presidente da República, Juscelino Kubitschek, o vice-presidente, João Goulart,  os diretores da Novacap, Israel Pinheiro e Bernardo Sayão; além de outras autoridades políticas,  civis, religiosas, representantes diplomáticos e pessoas de fieis de todas as partes do Brasil.

Um dos momentos marcantes deste dia foi o pronunciamento de Juscelino Kubitschek, ao final da primeira Missa:

“Hoje é o dia de Santa Cruz. Dia em que Brasília, ontem apenas uma esperança e hoje entre todas a mais nova das filhas do Brasil, começa a erguer-se, integrada no espírito cristão, causa, princípio fundamento da nossa unidade nacional; dia em que Brasília se torna autenticamente brasileira. Porque desde as suas origens o Brasil existe com a presença de Cristo. Este é o dia do batismo do Brasil novo. É o dia da esperança, o dia da ressurreição da esperança. É o dia da cidade que nasce. Plantamos, com o Sacrifício da Santa Missa, uma semente espiritual neste sítio que é o coração da Pátria. Seja-me permitido formular uma ardente súplica, neste momento: que Nossa Senhora da Aparecida, a Padroeira do Brasil e Madrinha de Brasília, vele por esta cidade que surge, resguarde os que a vierem habitar, volva os olhos benignos para os homens públicos que daqui deverão dirigir esta Nação, a fim de que eles honrem os nossos maiores e sirvam condignamente as gerações futuras. Que Brasília se modele na conformidade dos altos desígnios do Eterno; que a Providência faça desta nossa terrestre um reflexo da cidade de Deus; que ela cresça sob o signo da Caridade, da Justiça e da Fé”. (Juscelino Kubitschek)

A Santa Missa do dia 03 de maio marcou o início da presença espiritual da Igreja na vida dos pioneiros e da nova comunidade que estava se desenhando, assinalou a construção da Capital Federal e comemorou a primeira missa no Brasil, celebrada em 1º de maio de 1500, pelos portugueses.

Desde 2008, a Arquidiocese de Brasília relembrava este fato com uma Missa na Praça do Cruzeiro. Mas a partir de 2014, a realização desta solenidade foi transferida para a Catedral Metropolitana de Brasília.

Em memória a este dia histórico, tanto para a nossa cidade quanto para a nossa Igreja, a Arquidiocese celebrará Santa Missa na Catedral Metropolitana de Brasília na próxima sexta-feira, 03 de maio, às 10h. A Celebração Eucarística será presidida por dom José Aparecido Gonçalves, bispo auxiliar desta Arquidiocese.

Este ano, esta comemoração terá um significado especial devido às comemorações das seis décadas de história da Igreja de Brasília, o Jubileu de Diamante.

Então não fique fora dessa celebração!

Você é o nosso convidado!

 

Informações:
Local: Catedral Metropolitana de Brasília
Endereço: Esplanada dos Ministérios
Telefone: 3213 3336 – Setor de Comunicação / 3224 4073- Catedral

 

 

Por Gislene Ribeiro

2019-04-30T07:29:02-03:0029/04/2019|