Ascensão do Senhor – 24.05.20

A PALAVRA DO PASTOR

+ Dom Sergio da Rocha

 

IDE E FAZEI DISCÍPULOS

Na solenidade da Ascensão do Senhor, celebramos o mistério da fé que professamos ao rezar o Creio: “Jesus subiu aos Céus, está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso”. Quem crê na ressurreição e na vida eterna, jamais se desespera diante da morte; ao contrário, permanece firme na esperança. O fundamento da nossa esperança é Cristo Ressuscitado, vencedor da morte.

Ao mesmo tempo, a esperança que brota da fé no Ressuscitado, se completa com a atitude de responsabilidade na vida presente. Na narrativa da Ascensão, conforme os Atos dos Apóstolos, os anjos perguntam aos apóstolos: “por que ficais aqui parados, olhando para o céu?” (At 1,11). Os discípulos de Jesus não podem “ficar parados”, olhando para o céu. O olhar para o céu é necessário para nos levar a caminhar, cumprindo a missão que Jesus deixou, conforme o Evangelho: “Ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei” (Mt 28, 19).

Em resposta ao mandato missionário, os discípulos saíram para anunciar o Evangelho por todo o mundo. Hoje, somos nós, os discípulos chamados a anunciar e a testemunhar Jesus Cristo, em casa, no trabalho, na escola e nos diversos ambientes. Nesta missão, não estamos sozinhos. Ele prometeu estar sempre com os discípulos enviados em missão: “Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28,20). As nossas comunidades devem estar em estado permanente de missão. Devemos ir ao encontro de todos, especialmente das ovelhas sofridas ou dispersas. Nesta tarefa, devemos valorizar, sempre mais, os meios de comunicação social. Celebra-se, a cada ano, neste domingo, o Dia mundial das Comunicações Sociais. Em sua mensagem para este dia, o Papa Francisco aborda o tema da “narração”: “Para que possas contar e fixar na memória” (Ex. 10,2). A vida faz-se história. Nela, o Santo Padre ressalta a necessidade de “histórias boas: histórias que edifiquem e não as que destruam; histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos”.

Estamos iniciando a preparação para Pentecostes a ser celebrado no próximo domingo e a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.  Preparando Pentecostes, somos convidados a superar as divisões, orando pela unidade dos cristãos segundo o desejo do próprio Jesus: “Que todos sejam um!” (Jo 17,21).

2020-05-11T16:52:22-03:0011/05/2020|