Catedral de Brasília recebe grupos de Folias de Reis

A Catedral Metropolitana de Brasília recebeu nesta sexta-feira, 7, alguns grupos de folias de reis para uma visita a Igreja Mãe da Capital Federal. Os visitantes são uma parte dos foliões dos diversos grupos vindos de várias partes do Brasil para participar do Encontro de Folias de Reis 2018, que acontece entre os dias 6 a 9 de dezembro, na cidade.

O evento acontece todos os anos, há 18 anos, mas em 2018, além das visitas as paróquias e comunidades, o encontro traz também uma exposição para todo o público contando um pouco mais da história e da cultura das folias de reis.

A exposição está no Pavilhão do Parque da Cidade até domingo, 9, oferecendo aos visitantes mais de 40 apresentações artísticas e culturais, com 20 grupos de Folia de Reis do Distrito Federal e diversos estados, com destaque para a participação de três grupos femininos de foliãs mineiras vindos de Patos de Minas, Coromandel e Vazante. Haverá ainda, 10 grupos de danças populares e 20 atrações musicais, dentre artistas locais, regionais e nacionais.

Para o idealizador do evento, Volmi Batista, esta é mais uma oportunidade de mostrar a grande força que a cultura de Folia de Reis tem, não só aqui na região central do Brasil, mas em todo o País.

“Dessa vez recebemos grupos vindos da Bahia, do Mato Grosso do Sul, de Minas Gerias e Goiás. Em 2020, quando iremos completar 20 anos deste evento, pretendemos trazer grupos de todas as regiões do Brasil”, contou Volmi.

As 10 primeiras edições do evento foram realizadas na Granja do Torto. A partir de 2011, o encontro passou a ser itinerante e já passou por Planaltina, Brazlândia, Gama, em São Sebastião e em Ceilândia.

Esta é a primeira vez que o encontro é realizado no Plano Piloto.

 

Veja a programação para este fim de semana:

Data: 08/12 – SÁBADO

08h – Café da manhã dos foliões

09h – Roda de prosa

12h – Almoço. Shows com foliões e os violeiros Anderes e Fernandes (DF) – espaço interatividades

De 14 Às 16h: Oficina de ritmos caipiras e técnicas de viola, com Onicio Rosa. Oficina de teatro popular, com a Cia Burlesca

16h – Apresentação de Grupos de folias de reis e danças populares

18H – Jantar dos foliões e bendito de mesa (canto de agradecimento)

22H – Shows artistas locais: duplas de violeiros Macedo e Mariano, Enio Lima e Gustavo Neto, Sinval Gomes e Diamantino, Vanderley e Valtecy artistas nacionais: Irmãs Freitas (SP)

09/12 – DOMINGO

08h – Café da Manhã dos Foliões

09h – Missa Sertaneja com padre Periquito

11h – Apresentação de 04 grupos de folias de reis, danças populares e shows: artistas nacionais: Thiago Henrique – Moisés Mozer – Reinaldo Cordeiro

12h – Almoço dos foliões – Bendito de Mesa (Canto de agradecimento)

13h – Show de encerramento Artista Nacional: André e Andrade (GO)

Atrações diárias: Barracas de comidas típicas e Feira de Artesanato; Presépio, Cantorias, Rezas e Terços à cargo dos foliões; Exposição Fotográfica em homenagem ao mestre Badia Medeiros, um dos nomes mais importantes da viola caipira no Centro-Oeste.

Folia de Reis

A Folia de Reis, também chamada de Reisado ou Festa de Santo Reis, é uma festa popular e tradicional brasileira, considerada uma das mais belas manifestações populares do Brasil.

Ela possui um caráter cultural e religioso e normalmente ocorre no período de 24 de dezembro a 6 de janeiro, dia em que a Igreja celebra a memória dos  Reis Magos.

No Brasil, a festa é celebrada em diversas regiões do país. Os Estados onde essa tradição está mais presente são: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo e Goiás.

A origem da folia de reis está associada a uma tradição cristã portuguesa e espanhola que foi trazida para o Brasil, em meados do século XIX.

A Folia de Reis é celebrada na religião católica com o intuito de celebrar a visita dos Três Reis Magos, Gaspar, Melchior e Baltazar, ao menino Jesus.

Ela é celebrada durante 12 dias desde 24 de dezembro, véspera do nascimento de Jesus, até o dia 06 de janeiro, quando os reis magos chegam a Belém.

No momento que os reis magos avistaram no céu a Estrela de Belém, foram ao encontro de Jesus e levaram incenso, ouro e mirra.

Por trás dos presentes levados havia uma simbologia: a realeza (ouro), a divindade ou a fé (incenso) e a imortalidade (mirra).

Dia de Reis

O Dia de Reis é celebrado dia 06 de janeiro, pois segundo a Bíblia foi nesse dia que eles encontraram Jesus. Marca também o momento em que as árvores, os presépios, os adornos e decorações natalinas são desmontados.

É comum os grupos visitarem as casas nesse dia, tocando músicas e dançando para celebrar o nascimento de Jesus e o encontro com os Três Reis Magos.

Características

O grupo da folia de reis é formado pelo mestre ou embaixador, o contramestre, os três reis magos, os palhaços, os alfeires e os foliões.

Além disso, ocorrem desfiles pelas ruas dos grupos dedicados ao festejo. Eles usam fantasias coloridas, tocam músicas típicas com diversos instrumentos (violas, reco-reco, tambores, acordeões, sanfonas, pandeiros, gaitas, etc.) e dançam.

Durante o dia, diversas barracas com comidas, bebidas, jogos e lembranças enchem as cidades com essa tradição.

A festa varia em cada região do País. Em alguns estados do Nordeste, como no Maranhão, por exemplo, a festa está ligada ao Bumba Meu Boi e em algumas regiões são chamadas de Reizado.  Já no Estado de Minas Gerais, além das cantorias próprias das folias, há também grupos que dançam a Catira ou como também é conhecida, o Cateretê.

Visite a exposição!

A classificação é livre e entrada franca.

Outras informações: www.facebook.com/encontrodefoliadereisdf

 

Veja as fotos da visita dos foliões a Catedral, aqui

 

Texto e fotos: Kamila Aleixo