Comunidade dá adeus ao padre Ghibaudo Orestes

Ao longo da noite desta segunda, 20/01, e da manhã desta terça-feira, 21/01, paroquianos e amigos se reuniram na paróquia Nossa Senhora da Consolata, na Asa Norte, para prestarem as últimas homenagens ao padre Ghibaudo Orestes, IMC.

O religioso faleceu em decorrência de uma infecção, na manhã da última segunda-feira, aos 101 anos, após passar 10 dias internados.

Os tributos iniciaram no fim da tarde de ontem, às 17h, com a oração do Santo Terço, mas se intensificaram com a chegada do corpo do vigário, às 18h.

Para que a comunidade pudesse orar junto ao corpo e deixar o seu adeus, a matriz ficou aberta a noite toda.

Pela manhã, às 09h, o Arcebispo de Brasília, dom Sergio da Rocha, presidiu a Missa de corpo presente, concelebrada pelo bispo auxiliar, dom Marcony Vinícius Ferreira. Às 11h30, o corpo foi sepultado no Cemitério Campo da Esperança, na presença de jovens, padres e religiosos.

Segundo Gabriel Carvalho, paroquiano e amigo do saudoso padre Orestes, a comunidade encarou todo o processo de partida do Padreco, como era carinhosamente chamado pelos jovens, com muita maturidade; e com muito amor, participaram de todos os momentos fúnebres, lotando a paróquia até de madrugada.

“A Comunidade levou este momento em um clima de muita serenidade. Sem desespero, sem grito. Cantando, rezando. Um clima de perda, claro, porque o padre Orestes era uma pessoa que fazia toda a diferença, na comunidade. Mas havia também muita gratidão. Não é toda pessoa que tem a honra de viver 102 anos, ainda mais como ele viveu, cheio de vida e alegria”, declarou Gabriel.

Membro do Movimento Segue-me de Planaltina, Viviane dos Santos fez questão de participar do sepultamento. De acordo com a jovem, o padre era muito amado pela juventude de Brasília e fará muita falta.

“Padre Orestes era um amorzinho. Tinha uma habilidade, um dom diferenciado para lhe dar com a juventude, não é atoa que estava a tantos anos à frente do Segue-me. Tinha quase 102 anos, mas a alma dele era jovem. Tinha uma força e uma vitalidade fora do normal. Amava os jovens e os jovens o amavam. Prova disso foi a presença de tantas pessoas no cemitério, principalmente jovens. Ele era muito especial. Com certeza, vai fazer muita falta”, assegurou a moça.

A Arquidiocese de Brasília rende graças a Deus pela vida deste servo e por todo serviço realizado por ele, em prol da Igreja.

Que o Senhor, Nosso Pai, acolha-o no Reino Celeste.

 

Veja aqui as fotos da Missa de Corpo Presente: 

 

Biografia

Padre Ghibaudo Orestes nasceu  em 31 de Janeiro de 1918, na cidade de Turim, na Itália. Recebeu a ordenação sacerdotal em 31 de maio de 1947.

Chegou ao Brasil no ano de 1951, instalando-se na cidade de Boa Vista, em Roraima, onde participou da fundação da Escola Euclides da Cunha.

Três anos depois, o padre foi transferido para o Rio Grande do Sul, onde atuou como diretor do Ginásio Pio XII, que estava sob a responsabilidade do “Institutum Missionum a Consolata “ – Instituto Missões Consolata –  (IMC).

Em 1986, transferido agora para Brasília, continuou atuando no segmento educacional e trabalhando com os jovens, o que sempre lhe gerou grande satisfação. Servindo no Colégio Paulo VI, pertencente ao IMC, e depois no Colégio JK.

O Pe. Orestes era o Diretor Espiritual do Movimento Segue-me de Brasília, que ele ajudou a fundar, e Vigário Paroquial na Nossa Senhora da Consolata, na Asa Norte, onde serviu há 28 anos (desde 1992), dos quais os primeiros 11 anos como pároco.

No dia 27 de janeiro de 2018, em comemoração ao aniversário  de 100 anos do religioso, foi celebrada uma Missa em Ação de Graças, que contou com a presença do arcebispo Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, e do bispo auxiliar dom Valdir Mamede.  Já no dia 31, houve uma confraternização para a comunidade, amigos e admiradores na paróquia.

Clique aqui e veja as fotos da Santa Missa pelo Centenário do Padre Ghibauldo Orestes.

Padres reunidos na Missa em ação de graças pelos 100 anos do padre Orestes

 


Dom Sergio e Pe. Orestes em ocasião da Celebração dos 100 anos do religioso

 

Padre Orestes e os Jovens da Paróquia Nossa Senhora da Consolata


Fotos do acervo paroquial

Por Gislene Ribeiro

2020-01-21T18:29:34-03:0021/01/2020|