D.Sergio – 12/05/2019 – IV Domingo da Páscoa

“Domingo do Bom Pastor”

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

O 4º Domingo da Páscoa é denominado “Domingo do Bom Pastor”pois nele sempre se proclama um trecho do capítulo 10 do Evangelho segundo João, que nos apresenta Jesus como o Bom Pastor. A cada ano, são destacados alguns traços do Bom Pastor.  O breve trecho, hoje proclamado (Jo 10,27-30), ressalta que o Bom Pastor conhece as suas ovelhas, dando-lhes a vida eterna, cuidando delas e protegendo-as. Em resposta, como verdadeiras ovelhas do seu rebanho, nós somos convidados a escutar a voz do Bom Pastor e a segui-lo, nele confiando. Ao mesmo tempo, aceitar o Bom Pastor significa aceitar também fazer parte do seu rebanho, dispondo-se a caminhar unido às outras ovelhas.

No Domingo do Bom Pastor, somos convidados a rezar especialmente por aqueles que colaboram no pastoreio do rebanho de Jesus, o Bom Pastor, assumindo a sua vocação e missão na Igreja. Por isso, a cada ano, neste domingo, realiza-se a Jornada Mundial de Oração pelas Vocações, recordando-nos que o cultivo das vocações é dever de toda a comunidade, olhando com especial atenção para as vocações sacerdotais e religiosas.

Agradecemos a todos os que se dedicam ao serviço vocacional em nossa Igreja, especialmente, aos formadores dos Seminários, aos animadores da Pastoral Vocacional e aos que contribuem para a Obra das Vocações Sacerdotais. Necessitamos de maior ajuda espiritual e material, especialmente, na sustentação de nossos Seminários. Nesta Jornada Mundial de Oração pelas Vocações, rezemos pelos nossos padres, diáconos, religiosos e fiéis leigos que se dedicam ao cuidado pastoral, para que sejam fiéis à sua vocação, seguindo os passos de Jesus, o Bom Pastor.

Nesta ocasião, nós expressamos sincero agradecimento aos nossos sacerdotes e religiosos, cuja missão tão bela e exigente nem sempre é devidamente valorizada. Como bem sabemos, com facilidade se divulgam, na imprensa e nas redes sociais, problemas e críticas, esquecendo-se de reconhecer e divulgar o bem imenso que nossos sacerdotes realizam cotidianamente.  Aos nossos queridos padres e religiosos, a nossa sincera gratidão pela dedicação generosa, pelas renúncias e sacrifícios; pela vida doada a cada dia, no altar e nas tarefas pastorais; pela cruz da missão carregada, muitas vezes, no silêncio. A nossa gratidão estende-se aos Srs. Diáconos, pela valiosa contribuição no cuidado pastoral do rebanho de Jesus , assim como aos fiéis leigos e leigas, pela generosa dedicação pastoral.

Neste domingo, confiemos também ao Bom Pastor as nossas mães, rezando especialmente por elas, com amor e gratidão, e felicitando-as com nosso afetuoso abraço.