Dom Jeová Elias é ordenado bispo na Catedral de Brasília

A Arquidiocese de Goiás ganha mais um bispo . Dom Jeová Elias, foi ordenado nesta manhã de sábado (22), na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida – DF.

Os ordenantes foram Dom Sergio da Rocha, Arcebispo de São Salvador da Bahia e Primaz do Brasil. Concelebraram  o Cardeal Dom Raimundo Damasceno, Dom Eugenio Rixen, bispo emérito de Goiás; Dom Washington Cruz Arcebispo de Goiânia , Dom Leonardo, Arcebispo de Manaus; Administrador Arquidiocesano de Brasília, Dom José Aparecido e seu bispo auxiliar, Dom Marcony; Secretário-geral da CNBB, Dom Joel; Bispos do Regional Centro Oeste, Dom Valdemar – presidente do Regional, Dom Lindomar, Dom Dilmo, e o Administrador Diocesano de Uruaçu, Pe. Francisco Agamenilton; Bispo de São Gabriel da cachoeira no amazonas, Dom Edson Damian, presidente do Regional Norte 1 ; Dom Valdir Mamede, bispo de Catanduva; Dom Wellington Queiroz, bispo de Cristalândia; padres de Brasília e de Goiás e outras dioceses presentes, diáconos, irmãos religiosos, familiares e o povo fiel.

No rito inicial, Dom Sergio expressa sua alegria em reencontrar tantos irmãos e amigos. “Nós celebramos muito unidos a todos, especialmente aos quem mais sofre com a pandemia. Nós temos compartilhado as alegrias e as dores da vida desta igreja, que conta hoje com a graça de ver um dos seus filhos queridos ordenado Bispo, Pe. Jeová Elias que tive a graça de contar como vigário geral dessa arquidiocese.”

Em sua homilia, o Arcebispo da Bahia a sua vida e seu ministério estão, que a fidelidade e da igreja a cristo se mede pelo cumprimento fiel da missão de Cristo a ela confiada, mas também que a fidelidade do bispo se mede pela vivência dessa missão.

Ainda em sua homilia, dom Sergio se dirige Dom jeová Elias, dizendo que “o povo de Deus necessita do seu pastoreio na diocese de Goiás, de um modo especial estão a sua espera, necessitam do seu ministério episcopal as pessoas mais sofridas, aquelas mencionadas na profecia de Isaías proclamada e realizada por jesus, os pobres, os cativos, os cegos, os oprimidos os que esperam pela graça do senhor.”

 

Em seu primeiro pronunciamento como bispo, Dom Jeová Elias saúda com ternura e gratidão a todos os presentes e aos que, pela pandemia, foram impossibilitados de estarem presentes, mas que acompanhavam pelas transmissões on-line.

 

 

Passado o susto, pude experimentar o novo sentimento, alegria de ser chamado por Deus. […] Com o coração exultando, canto a minha gratidão a Deus, pois Ele viu a minha pequenez, Ele fez maravilhas, Ele faz maravilhas, Ele fará maravilhas. Aqui estou para servir, sedento de amar, de manifestar o amor de Deus ao mundo tão carente.

 

Por fim, o novo bispo ordenado, convidou a todos os presentes para rezarem juntos a oração do abandono:

 

Meu Pai,
a vós me abandono:
fazei de mim o que quiserdes!
O que de mim fizerdes,
eu vos agradeço

Estou pronto para tudo,
aceito tudo,
contanto que a vossa vontade
se faça em mim
e em todas as vossas criaturas.
Não quero outra coisa,
meu Deus.
Entrego minha vida
em vossas mãos,
eu vo-la dou, meu Deus,
com todo o amor do meu coração
porque eu vos amo.
E porque é para mim
uma necessidade de amor
dar-me,
entregar-me
em vossas mãos sem medida,
com infinita confiança
porque sois meu Pai.

Leia também:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.