Dom Paulo Cezar Costa, Arcebispo de Brasília, é nomeado Cardeal da Igreja pelo Papa Francisco

Na manhã do último domingo (29/05), Solenidade da Ascensão do Senhor, Dom Paulo Cezar Costa, Arcebispo de Brasília, e toda a Arquidiocese, receberam, surpresos, a notícia de que o Santo Padre, o Papa Francisco, havia inscrito o nome de Dom Paulo Cezar entre os 21 novos Cardeais da Igreja Católica.

 

“Estava assistindo ao Regina Coeli [oração mariana rezada, tradicionalmente ao meio-dia e as seis da tarde no período pascal] do Papa pela TV, como gosto de fazer aos domingos pela manhã, quando o Papa falou sobre a convocação do consistório [reunião dos cardeais para discutir assuntos específicos da Igreja]. Disse o nome de Dom Leonardo e, depois, chamou o meu. A emoção foi grande.”, afirmou o Arcebispo, um dos mais jovens bispos que comporão o Colégio Cardinalício.

 

Dom Paulo Cezar manteve sua agenda para o domingo e, às 10h da manhã, foi celebrar a Santa Missa na Paróquia Divino Espírito Santo Paráclito, na Vargem Bonita, Park Way. O Pároco da Paróquia, Padre Michael, manifestou grande alegria em receber o novo Cardeal da Igreja logo após o anúncio realizado pelo Papa Francisco. “Para nós, da Paróquia Divino Espírito Santo Paráclito, é uma grande alegria receber Dom Paulo Cezar, nosso Arcebispo, em um dia tão especial para ele e para a Igreja de Brasília.” Na oportunidade, as crianças da comunidade prepararam a coroação da imagem de Nossa Senhora relembrando o encerramento do mês mariano.

 

Após a Celebração, diversas equipes de reportagem aguardavam o Arcebispo para entrevistá-lo e saber dele qual fora a emoção do anúncio, as novas responsabilidades, o papel de um Cardeal na Igreja, bem como, o trabalho de Dom Paulo na Arquidiocese e no Vaticano, a partir de agora.

 

Para conferir a íntegra da coletiva de imprensa com todas as perguntas e respostas do novo Cardeal, assista abaixo.

 

 

 

Conheça a história de Dom Paulo Cezar, Arcebispo de Brasília, novo Cardeal da Igreja

 

Nascimento: 20/07/1967

Ordenação Presbiteral: 05/12/1992

Ordenação Episcopal: 05/02/2011

Lema Episcopal: “Omnia Sustineo Propter Electos” (Tudo suporto pelos eleitos)

Posse como Arcebispo de Brasília: 12/12/2020

Filho de Geraldo Manoel da Costa Amaral e Maria Alice Miranda Amaral. Nascido na cidade de Valença, Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote em 5 de dezembro de 1992, na Diocese de Valença, Rio de Janeiro. Foi pároco, reitor do seminário e professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio.

Graduado em Teologia pelo Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro (1991), mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (1998) e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (2001). Na dimensão acadêmica tem experiência na área de Teologia, com ênfase na Teologia Sistemática nas áreas de Patrologia, Cristologia e Trindade. Além disso, por muitos anos, foi professor assistente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, diretor do Departamento de Teologia da PUC-Rio; professor e diretor do Instituto de Filosofia e Teologia Paulo VI, professor do Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Foi nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro pelo Papa Bento XVI em 24 de novembro de 2010 e ordenado no dia 5 de fevereiro de 2011 pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, O. Cist.. Na Arquidiocese do Rio de Janeiro foi articulador e organizador da Jornada Mundial da Juventude de 2013, além de animador da Pastoral Universitária, como Bispo da Comissão Arquidiocesana de Aquisição de Terrenos e Evangelização, das Missões, da Academia Fides et Ratio e do Centro Cultural Dom Eugenio de Araújo Sales. Também, acompanhou o economato da arquidiocese, o Departamento Jurídico, o Patrimônio Histórico e Cultural da Arquidiocese do Rio e os estudantes no exterior, membro do Conselho Diretor da Associação Mantenedora da PUC-Rio e do Conselho Universitário da PUC-Rio.

No Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi eleito bispo referencial da Pastoral Universitária e da Comissão Regional para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada. E, também, membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé na CNBB.

Em 22 de junho de 2016 o Papa Francisco o nomeou como o 7º Bispo da Diocese de São Carlos. Sua posse canônica aconteceu no dia 06 de agosto de 2016 onde permaneceu até ser nomeado como Arcebispo de Brasília, em 21 de outubro de 2020. Na Diocese de São Carlos reestruturou o setor de comunicação da diocese, ordenou inúmeros padres, criou paróquias, além de ter promovido a reorganização da cúria diocesana.

Foi nomeado Arcebispo de Brasília, pelo Papa Francisco, no dia 21 de outubro de 2020, tendo tomado posse na Solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe, no dia 12 de dezembro de 2020. Até o presente momento Dom Paulo Cezar Costa já visitou quase que a totalidade das paróquias da Arquidiocese, iniciou o plano de reestruturação da Cúria Metropolitana, além de organizar a VII Assembleia Arquidiocesana e promover o diálogo com os poderes públicos.

Atualmente, é responsável pelo Setor Universidades da Igreja no Brasil da Comissão Episcopal Pastoral para Educação e Cultura, membro do Conselho Permanente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil); referencial para o Instituto Nacional de Pastoral Alberto Antoniazzi (INAPAZ); presidente do grupo de Análise de Conjuntura Eclesial da CNBB; membro do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM); em Roma é membro da Pontifícia Comissão para América Latina e do Pontifício Conselho para Unidade dos Cristãos.