Dom Paulo Cezar participa da segunda Lectio Divina com os jovens da Arquidiocese

Na tarde do último sábado (14/05), o Arcebispo de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa conduziu a Lectio Divina Pascal com a juventude da Arquidiocese de Brasília. Promovido pelo Setor Juventude, inspirado pelo Plano Pastoral, os jovens meditaram, junto com o Arcebispo, a passagem dos discípulos de Emaús.

Jovens de todas as idades, desde os adolescentes do Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC), com faixa etária a partir dos 13 anos, até os mais velhos, das comunidades de vida, como também, os “tios” que acompanham os grupos, puderam fazer o percurso dos discípulos de Emaús junto com o Arcebispo, compreendendo a ligação desse trecho do Evangelho com o período Pascal o qual a Igreja está vivenciando.

 

No início da celebração, Dom Paulo explicou aos presentes os passos para realizar bem a Lectio Divina, falando sobre os momentos de leitura, silêncio e escuta da Palavra. Em seguida, o Diácono Reinaldo, fez a proclamação do trecho do Evangelho proposto para, em seguida, o Arcebispo apresentar os detalhes do texto que poderiam ser chaves para a meditação dos jovens.

 

“A missão começa a partir do momento que reconhecem o Senhor no partir do pão e voltam para Jerusalém, onde estão os outros, para anunciar-lhes que o Senhor tinha ressuscitado”, destacou Dom Paulo em uma das situações apresentadas pelo texto e mostrando a íntima ligação entre o anúncio da Palavra de Deus e a Eucaristia.

 

Em vários momentos, o Arcebispo se aproximou da juventude presente para dialogar, como um pai e pastor, trazendo os questionamentos do dia a dia dos jovens para dentro da passagem do Evangelho, fazendo com que as palavras de Jesus pudessem ser respostas para as inquietações dos presentes.

 

“Em alguns momentos da vida a gente se sente derrota, sem esperança: quando faz o vestibular e não passa, quando faz o ENEM e não tira a nota que desejava, quando procura um emprego e não encontra…, muitas vezes a gente experimenta a derrota na nossa vida, ficamos, por vezes sem esperança, mas o encontro com o Senhor sempre revigora a nossa esperança, o nosso desejo de sermos melhores, porque é Ele quem nos dá os dons e nos dá o ânimo necessário para continuar a caminhar e recobrar o sentido da vida.”, ao mostrar que a passagem tem sentido na vida, no hoje da história, Dom Paulo apresentou este exemplo dos estudos e do trabalho.

 

Ao final de toda a meditação, o assessor do Setor Juventude, Padre Silas César, anunciou que o Setor Juventude está organizando a peregrinação oficial da Arquidiocese para a Jornada Mundial da Juventude 2023 em Lisboa, Portugal e pediu aos jovens para se animarem e anunciarem em suas paróquias.

Também, antes da Missa de encerramento presidida pelo Padre Silas, o seminarista Lucas Téu, da Pastoral Vocacional, deu seu testemunho vocacional incentivando os jovens a não terem medo de disporem sua vida a escutar o chamado de Deus para alguma vocação e a beleza desse chamado.

 

Um momento de alegria, também, para os jovens é poder tirar uma foto com o Arcebispo. Logo que desceu do presbitério, vários jovens foram ao encontro de Dom Paulo que, prontamente tirou fotos, perguntou de onde eram, deu bençãos e escutou dos “tios” dos grupos e dos próprios jovens a alegria de estarem com o pastor. Esta proximidade é um desejo de Dom Paulo que é bispo referencial para a juventude no Regional Centro-Oeste e que entende que a evangelização dos jovens é fundamental para o anúncio da mensagem de Jesus Cristo no mundo.