Em um dia de muita oração, Mães que oram pelos filhos promoveram seu V Encontro do Movimento Distrital

Neste último sábado, dia 25/06/22 realizou-se o V Encontro do Distrito Federal do Movimento Mães que Oram pelos Filhos, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Taguatinga Sul, com o Tema: A Penitência Liberta-nos e Encoraja-nos a Recomeçar.

Participaram 450 mães. Também estiveram presentes a Fundadora e Coordenadora Geral Ângela Abdo, o Diretor Espiritual do DF, Padre Paulo Renato, Moninha Quintero, do apoio Nacional da Escola São João Batista,  Padre Ernestino,  pároco desta Paróquia que nos acolheu e Diretor Espiritual do grupo, Padre Roger Araújo, Diretor Espiritual da Paróquia São Domingos Sávio, do Riacho Fundo I e colaborador do movimento, o Diácono Antônio Carvalho, o cantor e Deputado Federal Eros Biondine, da Comunidade Mundo Novo, a Gleiciane  de Carvalho, missionária da Canção Nova e Dom José Aparecido, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Brasília.

O Encontro iniciou-se às 08h30, com a Entronização de Nossa Senhora de La Salette, padroeira do movimento e, em procissão, entraram as coordenadoras dos grupos com os banners representando as Paróquias que têm o Movimento Mães que Oram pelos Filhos no DF e a Oração do Lembrai-vos, rezada por Padre Ernestino.

Em seguida, foi rezado o Terço da Penitência, que nos convida a refletirmos sobre os três contextos dos Evangelhos que nos mostram a metanoia, que é a mudança de caminho em busca da santidade, permitindo que alcancemos a Salvação.

A  Fundadora e Coordenadora Geral,  Ângela Abdo, iniciou o momento de formação esclarecendo a importância do  Tripé do movimento (Humildade, Obediência e Unidade), ressaltando que quem é humilde obedece, quem obedece vive a unidade.

Seguindo a programação, aconteceu  um momento de Oficina, pensada com o objetivo de ouvir as mães e permitir que elas partilhassem o que está no coração, conversando  e refletindo sobre a pergunta: pra você, qual a importância do Tripé do Movimento Humildade, Obediência e Unidade, dentro do seu grupo? Foi um momento muito importante de escuta e avaliação do entendimento  do Tripé do Movimento.

A formação seguinte foi apresentada por Moninha Quintero,  que expôs o Tema: Dos Meios para a Santidade (Os 5 anos do Caminho de Santidade) que iniciou em 2019 com a Reconciliação, em 2020 com a Oração, em 2021 com a Eucaristia, em 2022 com a Penitência e em 2023 será o ano da Missão. Por meio deste caminho, possamos  nos alimentar  da espiritualidade alicerçada no Tripé do Movimento e fazer a diferença num mundo tão paganizado, que necessita de amor e perdão, que, como mães, somos especialistas em amar e perdoar os nossos filhos, apesar de nossas falhas e limitações.

Retornamos do Intervalo do Almoço com o Talk Show apresentado e conduzido por Glaiciane de Castro e com a participação da Ângela Abdo, Moninha, Padre Paulo Renato e Lilian Nubia, coordenadora do movimento aqui no DF. Esse foi o momento de esclarecimentos em relação ao Movimento, pelos questionamentos das mães que puderam fazer perguntas tirando suas dúvidas.

O Padre Paulo Renato iniciou o momento Quiremático com o Tema do Caminho de Santidade deste ano da Penitência: Viver a Penitência no secreto do Pai ( Mt 6,16-18). Esse momento foi de reflexão sobre o Sacramento da Confissão/Penitência que, na autoridade do Cristo Ressuscitado, os nossos pecados são perdoados.

O Momento de Oração/Ato Penitencial foi conduzido por Eros Biondine. Um momento de louvor e agradecimento com seu testemunho de vida e músicas autorais, que tocou profundamente os corações das mães que o acompanharam, cantando em coro e em seguida se preparando para Receber e Adorar o Santíssimo Sacramento no Altar. O seu translado e adoração foram realizados com muita emoção e unção do Espírito Santo pelo Diácono Antônio Carvalho. E com a presença de Jesus na Hóstia Santa, as mães demonstraram fé e esperança, recebendo as bênçãos e graças que Jesus reservou para aquele momento.

E, finalizando as pregações do momento Quiremático com o tema: Resisti ao Pecado e ele fugirá de ti (Gn 4, 1-15), com o Padre Roger Araújo, que nos alertou para deixarmos  gravado  no coração dos nossos filhos o amor que temos a Deus; essa é a maior herança que podemos deixar na tradução do mandamento Amar a Deus sobre todas as coisas.

“Encerramos o V Encontro do Distrito Federal com a Santa Missa presidida pelo Padre Ernestino e, em seguida, recebemos Dom José Aparecido, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Brasília, que o ajudou na distribuição da Comunhão e finalizou com uma bela pregação, testemunho e bênção final. Ele nos ensinou em sua pregação que devemos orar pelos nossos filhos, pelos filhos de outras mães que não rezam ou que não têm a mãe como Deus, gostariam que tivessem, e por suas vocações, com pleno desejo de santidade, caminho que nos salva de todas as perdições deste mundo e da perdição eterna”, explica a coordenação do movimento.

A Ângela finalizou com o agradecimento a Dom José Aparecido  e falou que algumas pessoas evangelizam com gestos, outras com  palavras e que ele nos evangelizou com palavras e gestos e, dando um lindo exemplo de  humildade, fomos evangelizadas. Agradeceu Padre Ernestino pela acolhida e bela estrutura da paróquia; a coordenadora do DF Lilian, pela simplicidade e trabalho lindo, e que o nacional não seria nada se não houvesse os braços das coordenadoras Estaduais, Coordenadoras de Serviços, Coordenadoras de Grupos e todas as mães que fazem parte deste Movimento.