Encontros de formação para a saída pastoral missionária das comunidades do setor XIII na Paróquia São José Operário

No último sábado, 26, foi realizado na Paróquia São José Operário o encerramento dos encontros de formação para a saída pastoral missionária das comunidades do setor XIII. Desta vez o tema abordado foi a Bíblia, discutindo como os missionários devem manusear, procurar o texto e rezá-los nas casas.

 

O encontro foi assessorado pela Irmã Emília, Filha da Caridade, residente na Ceilândia. Padre Valdo CM, lazarista, Vigário da Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, no Riacho Fundo II, A formação, realizada em três finais de semana foi riquíssima, embora saiba que foi possível apenas pincelar os temas, pois o tempo não foi suficiente para aprofundar todas as questões. Ele agradeceu o envolvimento de cada padre do setor que fez o máximo para que a formação acontecesse. A participação das Paróquias do Recanto das Emas e do Riacho Fundo II foi fundamental para preparar as pessoas que irão intermediar a reaproximação daqueles que se distanciaram da Igreja nos anos de pandemia.

De acordo com os participantes a formação foi extremamente importante. Os três encontros garantiram a capacitação do povo de Deus, assim como o resgate da missão de um batizado: levar a Boa Nova a seus pares, como lembrou Zilma Rodrigues da comunidade São Gabriel Arcanjo, Recanto das Emas. Também foi lembrado que a união com o próximo, de acordo com a missionária Socorro da Comunidade Vida Nova – Paróquia São Miguel Arcanjo – é um caminho a ser alcançado a partir da saída missionária, pois é necessário ir ao encontro do irmão para levá-lo o Evangelho. Antônia Andrade da Paróquia São Miguel Arcanjo afirmou esperar frutos pessoais, ao considerar a formação como um novo aprendizado, mesmo que muitas informações já sejam de conhecimento da maioria.

Ângela, da Paróquia São José, considera a formação importante, porque é relevante levar para outras pessoas as palavras do evangelho, tornando possível novamente a aproximação da palavra de Deus com aqueles que se encontram afastados. Por fim, pode-se perceber pelos comentários dos irmãos missionários que os encontros proporcionaram momentos de formação e crescimento espiritual para aqueles que dedicaram seu tempo a esse aprendizado.

Por meio desta bela experiência sejamos impelidos a um renovado e autêntico empenho missionário, que vise unicamente a salvação de todas as almas. Dom Paulo Cezar celebrará a missa de abertura do Ano Missionário do Setor XIII no dia 03 de abril às 15:00 na Paróquia São Miguel Arcanjo Recanto das Emas.

 

(Com informações e fotos da Equipe de Comunicação do Setor XIII).