Festa de Nossa Senhora de Fátima na Casa de formação dos futuros padres da Arquidiocese de Brasília

No próxima sexta-feira (13/05), a Igreja celebra a festa de Nossa Senhora de Fátima. Além de padroeira de diversas paróquias da Arquidiocese, ela é patrona do Seminário Maior Arquidiocesano de Brasília. No ano em que o Seminário comemora 46 anos de sua fundação, a festa da Padroeira tem um caráter especial, pois volta a ser realizada depois de dois anos de interrupção por conta da pandemia.

Azulejo sendo vendido como lembrança da Festa da padroeira 2022

 

Além da tradicional Missa do dia 13 de maio, às 11h, onde muitos padres formados no Seminário comparecem para render graças a Deus pela formação, a casa de formação também oferecerá dois dias de quermesse (13 e 14) que, além de ser um momento para que os fiéis conheçam o lugar que forma os padres da Arquidiocese, também é a oportunidade de ajudar nas necessidades

 

O decreto sobre a formação sacerdotal do Concílio Vaticano II afirma categoricamente que o Seminário é o coração de uma diocese (cf. OT 5) e deve ser tido pelo clero e por todos os fiéis como um lugar de especial ajuda e devoção, pois dele emana a vida Eucarística da Igreja, tendo em vista que, sem padres não há Eucaristia. Por isso, amar, rezar e colaborar com as vocações é um dever imperioso para todos os fiéis.

 

No lançamento da pedra fundamental do Seminário, em 12 de outubro de 1960, o primeiro Arcebispo de Brasília, Dom José Newton de Almeida Baptista afirmou que o seminário “se constituiria na fonte de vida da Arquidiocese de Brasília” e, de fato, deve ser assim. Por isso, toda a comunidade católica de Brasília é convidada a participar da Festa em honra à Padroeira do Seminário Nossa Senhora de Fátima.