Festa do Divino em Planaltina retorna após dois anos

Após dois anos sem a Tradicional festa do Divino, devido à pandemia do Covid-19, mais de dois mil devotos reuniram-se antes mesmo de o sol raiar na manhã deste sábado, 04/6, para o Giro do Divino, na cidade de Planaltina. A festa  que recorda o  nascimento da igreja com a descida do Espírito Santo sobre os 12 apóstolos, em Pentecostes, cinquenta dias após a Páscoa, é Patrimônio Cultural Imaterial do DF, por meio do Decreto n 34.370, 17 de maio de 2013.

Centenas de devotos saíram pelas ruas em cortejo com as bandeiras do Divino, rezando e cantando, rumo a Praça da Paróquia São Sebastião, para o encontro das bandeiras, ponto alto do encerramento da tradicional festa do Divino.

Em sua 140°edição, a Festa do divino de Planaltina é a segunda maior celebração Católica na cidade, atrás apenas da Via-Sacra do Morro da Capelinha. Nesta edição, a comunidade contou com a presença do Arcebispo de Brasília, Dom Paulo Cezar.

Para o arcebispo, “essa caminhada significa dizer que o Espirito é aquele que sempre nos coloca numa dimensão de caminhar; caminhar rumo a Jesus Cristo, caminhar no amor de Deus.”

 

“É Deus presente em nós !
É Deus que habita no coração de cada um de nós,
fazendo com que nos doemos com alegria .
Participar com beleza na vida desta comunidade .
Que essa caminhada até a paróquia São Sebastião nos relembre que é o Espírito Santo quem nos faz caminhar como amigos e amigas de Deus”, fala Dom Paulo frente a casa de um dos festeiros.

Praça da paróquia São sebastião

 

Dom Paulo, como um bom Pastor, esteve junto ao povo das paróquias São Sebastião, Santa Rita de Cássia, Divino Espírito Santo, São Vicente de Paulo e Nossa Senhora de Nazaré.

 

Com informações Pascom Divino Espírito Santo