Fraternidade e Diálogo é discutido na audiência pública Câmara Legislativa

Nesta quinta-feira (25), às 10h, a Câmara Legislativa do Distrito Federal promoveu uma audiência pública on-line com o objetivo de debater a 5ª edição da Campanha da Fraternidade Ecumênica cujo é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”, e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”.

Compondo a mesa do evento estavam o arcebispo da Arquidiocese de Brasília, Dom Paulo Cezar, 0 responsável pela Campanha da Fraternidade na Arquidiocese de Brasília, Hélio José da Silva, e o chefe da Unidade de Assuntos Religiosos e Terceiro Setor do Governo do DF, Kildare Meira e o deputado João Cardoso (Avante).

O mediador do encontro, deputado João Cardoso (Avante), destacou que a Campanha da Fraternidade de 2021, “convida os cristãos e pessoas de boa vontade a pensarem, avaliarem e identificarem caminhos para superar a polarização e as violências que marcam o mundo atual, tudo isso através do diálogo amoroso e o testemunho na unidade e na diversidade, inspirados no amor de Cristo”.

Após a apresentação do vídeo ao qual o Papa Francisco envia uma mensagem pela abertura da Campanha da Fraternidade Ecumênica o Sr. Hélio José fala que “a quaresma é um período que o ano litúrgico nos proporciona uma oportunidade para a reflexão em busca de ter uma oração mais aprofundada, praticando além da oração o jejum, a caridade e a campanha da Fraternidade é a demonstração da vivência dessa caridade.”

 

 

 

De forma virtual, o deputado Leandro Grass (Rede), participou da audiência e avaliou que a “política é uma ferramenta de caridade e assim ela deve ser exercida” e o “diálogo é o reconhecimento do outro, mesmo na diferença”.

O deputado Wildare relembrou a primeira fala do arcebispo Dom Paulo Cezar a chegar em Brasília: “Quero promover a cultura do diálogo da aproximação”.  Para o deputado, o tema da campanha foi muito oportuno já que é um tema mundial e enfatiza ser “muito oportuno discutir e redescobrir a beleza do diálogo. ”

 

Com a última fala, Dom Paulo Cezar iniciou seu discurso agradecendo a abertura da Câmara Legislativa por mostra “ter à disposição em ser a casa do povo e em estabelecer o diálogo. ”

Ele esclarece que “através da Campanha da Fraternidade, a igreja tem essa percepção da dimensão social. A igreja tem de ser uma comunidade do diálogo, entre as religiões e a sociedade. ”

 

Dom Paulo Cezar finaliza seu discurso falando que “o diálogo se fundamente antes de tudo em Jesus Cristo. A unidade do gênero humano. Tudo foi criado Nele e para Ele. Que possamos olhar para o outo não com atitude de diferença e sim com olhar de irmão.”

 

 

Leia também:

2021-02-25T23:13:43-03:0025/02/2021|