GRATIDÃO PARA COM AS MÃES

Mães são pessoas incríveis dotadas de uma força inigualável e de uma ampla sabedoria. São elas que nos geram, cuidam, protegem, educam, nos ofertam amor e a todo momento estão segurando nossas mãos, ainda que de longe, fazendo-nos acreditar que somos capazes de alçar voos sempre mais elevados.


Elencar todas as qualidades das mães é uma missão impossível, assim como é impossível definir o amor ou reduzir todas as maravilhas que Deus operou na alma e no coração da Virgem Santa Maria.

Olhando para a Mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, repousando os nossos olhares de admiração na Santa Mãe de Deus, nós percebemos que mãe é uma pessoa essencial em nossas vidas, pois sem as nossas mães seríamos apenas uns desconhecidos. Mãe é uma joia de rara beleza que brilha mais que diamante; mães são flores simples, perfumadas, formosas e belas. Cheiro de mãe é um buquê de essências nobres, singulares e eternas e, por isso, todas as mães são flores sagradas no jardim da nossa História.

Contemplando o exemplo de Nossa Senhora e a doação de nossas mães, notamos que as palavras de louvor e de agradecimento que dedicamos às mães nunca serão suficientes se comparadas ao amor que elas nos dedicam. Mães são exemplos de entrega, de oblação e de oferecimento, pois não poupam esforços para cuidar de nós, os filhos, mesmo que seja de madrugada ou que estejam cansadas. Mãe é energia ativa, é força de propulsão, é emoção, é uma bela alvorada.

Rezando com a Virgem Maria, meditando os mistérios marianos, adquirimos a consciência de que as mães são sinais de ternura, de bondade, exemplos de fé, de esperança, de caridade e de misericórdia. Deste modo, apenas as mães conseguem compreender o que os filhos não dizem. Apenas as mães conseguem abraçar, acolher e aquecer aqueles que julgamos isentos de beleza.

A imagem de “La Pieta” de Michelangelo revela-nos que, em seu amor por nós, compartilhando as nossas dores, as mães nos entregam os seus colos. Colos de mães são feitos de ternura e, por isso, dormimos profundamente neles e ali esquecemos as dificuldades cotidianas. Colo de mãe é suéter gaúcho que nos protege, aquecendo nossos mais puros sentimentos! Colo de mãe é cafezinho mineiro que está sempre prontinho e quentinho para receber as visitas! Colo de mãe é chocolate suíço que adoça nossas vidas! Colo de mãe é muito melhor que hotel de cinco estrelas, pois não há luxo maior do que saber apreciar um merecido descanso junto de nossas mães!

Deus escolheu a Mulher mais perfeita, santa, imaculada e simples do mundo para ser a mãe de Seu Filho Jesus Cristo. Em Sua misericórdia, Ele escolheu a melhor pessoa do mundo para ser nossa a mãe. Junto da Virgem Mãe, nossa Mãezinha do céu, e de nossas mães terrenas, aprendemos, no decorrer da vida, que as mães são pessoas fortes, zelosas e cuidadosas que não medem esforços, sacrifícios e renúncias, para nos oferecer o que têm de melhor. Desistir é um verbo que não existe no vocabulário materno quando está em jogo a felicidade dos filhos, a realização do ser humano, a edificação de uma pessoa na verdade, no bem e na justiça.

Por que será que a Virgem Maria é uma pessoa especial? Porque Ela é a Mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, que permitiu, com o seu sim, o início da plenitude dos tempos. Por que será que o amor de mãe é algo determinante e fundamental em nossas vidas? Porque amor de mãe é um abraço apertado em um dia frio, é um beijo de esperança nas noites escuras da História e é um repouso seguro nos vendavais, nas pandemias e nas tempestades do mundo.

Querida mãe, hoje, nesse Dia das Mães, nós queremos lhe dizer: obrigado a você, mulher, pelo acolhimento do dom que lhe proporciona a possibilidade de ser mãe! De um modo único e especial, com seu amor materno, você nos enriquece como seres humanos e nos demonstra que, em seus gestos de acolhimento e entrega sem reservas, é possível se contemplar a bela face do amor misericordioso de nosso Deus adorado e amado!

Mãe querida, que Maria Santíssima, a doce e amável Mãe de nosso Redentor, interceda pelas suas intenções e a ajude no trabalho de difusão da Boa Nova da Salvação em sua família e em meio aos seus filhos! Obrigado, mãe, pelo seu “sim” à vida e por nos ter dado a possibilidade de existir! Minha mãe, nós a amamos!

Aloísio Parreiras

(Escritor e membro do Movimento de Emaús)

 

2021-05-08T15:50:58-03:0008/05/2021|