Há 20 anos Dom José Newton fazia sua Páscoa

Hoje (11/11) a Arquidiocese de Brasília faz memória de seu primeiro Arcebispo. Há 20 anos, Dom José Newton de Almeida Baptista fazia sua Páscoa. Seus ritos exequiais aconteceram na Catedral Metropolitana de Brasília onde seu corpo repousa na Cripta sob o Presbitério. A Missa de 12h15 da Catedral de Brasília, hoje, foi rezada na intenção de sua alma.

Dom Newton, como era carinhosamente chamado, foi o desbravador da vida religiosa no Planalto Central. Escolhido para ser o arcebispo da nova capital da república, iniciou seu pastoreio lembrando que “encontrava-se ele como ‘um general sem soldados’ para as batalhas do reino de Deus. Por isto, sua primeira meta seria a construção de um seminário, que pretendia ver inaugurado em janeiro de 1961. Pediu para isso, o apoio de todos. Juscelino, de sua cadeira, o aparteou afirmando: ‘Tem o apoio, cem por cento’.”

 

Uma história, um legado

 

Filho de Baltazar Bernardino Batista e de Maria Carolina de Almeida Batista Pereira. Fez seu ginásio no Seminário Menor de São Paulo, como seminarista do Rio de Janeiro. Completou os estudos de filosofia e teologia na Universidade Gregoriana de Roma. Licenciou-se em filosofia em 1925 e, em 1929 concluiu o doutorado.

Foi ordenado sacerdote em 28 de outubro de 1928, em Roma. Volta para o Rio de Janeiro em 1930 onde passa a exercer inúmeras funções em diversas paróquias

Em agosto de 1944 deixou o Rio de Janeiro, sendo sagrado bispo diocesano de Uruguaiana (RS), onde ficou até 1954, quando foi nomeado arcebispo metropolitano de Diamantina (MG). Ocupou essa posição até 1960, ano em que foi nomeado arcebispo de Brasília (DF), a nova capital do país, inaugurada em abril e construída durante o governo do presidente Juscelino Kubitschek (1956-1960). Em 1963 foi nomeado vigário militar do Brasil e em 1967 recebeu o título de arcebispo metropolitano. Foi membro da Comissão Central da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Previdência do Clero, bem como dos congressos eucarísticos internacionais.

Na Arquidiocese de Brasília, lançou os alicerces da Igreja no Planalto Central literalmente do zero. Costumava afirmar que precisava de operários para construir a cidade espiritual de Brasília, por isso, preocupou-se substancialmente com a construção do Seminário e com as vocações sacerdotais.

Em 1984 foi sucedido pelo, até então, arcebispo de Teresina, Dom José Freire Falcão, tornando-se arcebispo emérito. Continuou a colaborar com a Arquidiocese Militar, onde foi, também, seu primeiro arcebispo, sendo sucedido, nesta instância, por Dom Geraldo do Espírito Santo Ávila.

Dom José Newton de Almeida Baptista fez sua Páscoa aos 97 anos, no dia 11 de novembro de 2001. Seu corpo repousa na cripta da Catedral Metropolitana de Brasília, sendo o primeiro bispo ai sepultado.

Para conhecer mais sobre a história dos Arcebispos e Bispos que passaram pela história de Brasília, visite a página do site da Arquidiocese sobre eles clicando aqui