Igreja celebra Domingo da Palavra de Deus

No próximo Domingo (23/01/2022), a Igreja em todo o mundo celebra o Domingo da Palavra de Deus. Esta ocasião foi instituída pelo Papa Francisco no ano de 2019 para incentivar os católicos a lembrarem da centralidade da Palavra de Deus e a meditarem não só na Liturgia, mas também, o cotidiano de suas vidas, em família, entre os amigos e nas diversas ocasiões.

Na Arquidiocese de Brasília, este Domingo dedicado a Palavra torna-se ainda mais especial tendo em vista a aplicação do Plano de Pastoral 2021-2023 da Arquidiocese que tem por diretriz “Igreja em Brasília: Casa da Palavra”.

O Santo Padre, ao instituir o III Domingo do Tempo Comum como o Domingo dedicado a Palavra de Deus escolheu a passagem do Evangelho de São Lucas “Abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras” (Lc 24, 45), para ser motivador para este intento. Este trecho da Escritura condensa um dos últimos gestos realizados por Jesus ressuscitado antes de sua Ascensão.

Neste Domingo, as comunidades são convidadas a dar destaque a Sagrada Escritura na Celebração, de forma tal que, sobretudo nas homilias, os padres possam desenvolver o tema da Palavra de Deus na vida da Igreja e na vida cotidiana do povo fiel. Além disso, os mesmos fiéis são incentivados a aprenderem a prática da Lectio Divina, valorizarem a partilha da Palavra na família, nos grupos paroquiais, nas comunidades e reuniões.

O Arcebispo de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa, afirmou em mensagem dirigida a todos os fiéis da Arquidiocese que neste domingo estamos voltados para a Palavra de Deus: è o domingo da palavra de Deus. No evangelho nós encontramos Jesus que vai à sinagoga de Nazaré. Jesus que recebe o rolo, abre o rolo da palavra de Deus e proclama o texto do profeta Isaías. É interessante que o evangelista vai dizer que Jesus vai na sinagoga segundo o seu costume, quer dizer, Jesus tem o hábito de ir à sinagoga. A sinagoga é a casa da palavra: o lugar onde os judeus se reuniam todos os sábados para escutar a palavra de Deus.”

Sobre a centralidade da Palavra de Deus, Dom Paulo ressalta: “A centralidade da Palavra de Deus na vida da igreja deve ser grande: a Palavra de Deus deve lida, meditada, refletida com o decorrer da história da salvação por homens e mulheres livres e operantes e quer fazer a mesma coisa hoje.”

Ademais, o Arcebispo lembra que a Palavra de Deus é o norte do Plano de Pastoral: “A nossa amada Arquidiocese, no seu plano Pastoral, coloca como centro da vida de cada cristão, de cada discípulo missionário, da vida de nossas pastorais e movimentos, da vida de nossas comunidades a palavra de Deus. A Igreja em Brasília é a casa da Palavra.”

Por fim, Dom Paulo deseja que este Domingo da Palavra de Deus ajude todos os fiéis a estarem mais próximos da Palavra: “Que este domingo nos ajude, verdadeiramente, a colocar a Palavra de Deus no centro da nossa vida, no centro da vida de nossa Igreja, que o nosso plano de pastoral ajude a nossa Igreja a ser uma Igreja da Palavra, uma Igreja que escuta a Palavra, uma Igreja que medita a Palavra, uma Igreja que, verdadeiramente, vai vivendo da Palavra e por isso se tornando casa da missão, por isso se tornando uma a Igreja missionária. Que a Palavra de Deus esteja no centro da sua vida, da minha vida, da vida das nossas pastorais, dos nossos movimentos.”