Igreja da Asa Sul, mais antiga que a cidade de Brasília, completa 63 anos de fundação

Missa solene, nesta quarta-feira (2) celebrará o aniversário da Paróquia inaugurada em 1959 para atender pioneiros na construção da capital federal e que hoje é referência no Distrito Federal
Uma paróquia acolhedora, com um trabalho social consistente e que a cada dia consegue atender mais gente, unindo evangelização e caridade. Assim pode ser definida a Paróquia Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês, localizada na quadra 615 da avenida L2 Sul, em Brasília. A Paróquia, uma das mais antigas do Distrito Federal, completa 63 anos de fundação nesta quarta-feira (2). A data será lembrada com a celebração de uma missa solene, que deve reunir toda a comunidade e integrantes das diversas pastorais e movimentos que garantem o funcionamento longevo e reconhecido da Igreja.
Ao explicar a importância da data e convidar os fieis para a celebração, o pároco frei Rogério Soares, lembra que chegar a essa marca, depois de dois anos de pandemia tem um
 significado especial. “Por meio de orações, da acolhida e das muitas transmissões, conseguimos fazer da nossa igreja um bálsamo para aqueles que estavam com medo, inseguros e tensos com as limitações que a covid-19 impôs às cidades”, pontuou completando que centenas de vulneráveis de várias regiões do Distrito Federal têm encontrado apoio na paróquia que, dessa forma, se consolida como “um farol de luz e esperança”.
Como exemplos dos trabalhos sociais desenvolvidos, frei Rogério destaca  o projeto Coração Aberto, o Petas do Frei e a Feirinha do Frei, que garantem renda e sustento de quem precisa. Além das iniciativas que buscam a emancipação da pessoa  assistida,  por meio do seu trabalho e do incentivo ao empreendedorismo, a igreja mantém a distribuição de alimentos e outras ajudas materiais em casos emergenciais.
Trajetória – A história da Paróquia Sagrado Mercês remonta à época da construção de Brasília. Tanto que a sua inauguração se deu pouco mais de um ano antes da fundação da capital federal.  Em 1959 foi autorizada pelo então arcebispo de Goiânia, Dom Fernando, a funcionar como igreja a paróquia Sagrado Coração de Jesus, sob a administração de Padre Eduardo, missionário do coração de Jesus. Foi quando passou a atender pioneiros e candangos que chegaram para construir a cidade. Apenas anos mais tarde passou a integrar a arquidiocese de Brasília.
Em mais de seis décadas, a igreja foi palco de centenas de celebrações sacramentais: casamentos, crismas, batizados, novenas. Uma infinidade de eventos que trouxeram conforto espiritual e permitiram o mais genuíno exercício da fé cristã. Com a saída dos padres missionários em 1989 para Minas Gerais, Dom Falcão com o intuito de tornar conhecida a devoção a nossa senhora das Mercês aqui no planalto central, ofereceu aos padres mercedários a administração da paróquia.
A missão administrativa e devocional foi conferida ao padre José Fernandez Martinez que contou com o auxílio dos padres  Fernando Cascón Raposo e Manuel Louzada para desenvolver esta incumbência evangelizadora .
A construção do atual templo foi um desafio, vencido pelos mercedários com o apoio e o compromisso da comunidade. Em 17 de outubro de 1993 foi realizada a dedicação do templo e o acréscimo do nome de Maria ao nome original da paróquia. A partir de então passou a se chamar Paróquia Sagrado Coração de Jesus e nossa Senhora das Mercês.
Serviço:
O quê: Celebração do Aniversário de 63 anos da Paróquia Sagrados Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês
Quando: Dia 2 de fevereiro – 19 horas
Local: Quadra 615 – Asa Sul, Brasília
Com redação e informações da Equipe de Comunicação da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês