Missa da Santa Ceia do Senhor marca o início do Tríduo Pascal

Com o entardecer desta Quinta-Feira Santa, teve início o Tríduo Pascal. Momento de extrema relevância dentro do tempo Pascal, onde os cristãos são convidados a participar da vitória de Cristo sob o pecado e morte, por meio da vivência da Paixão, Morte e Ressurreição do Filho de Deus.

Uma celebração longa iniciada com a Santa Ceia do Senhor, com ápice na Vigília do Senhor, e prevista para encerrar com a Oraçãode Vésperas do Domingo de Páscoa. Este período é dividido em três eventos: Santa Ceia do Senhor, Paixão e Morte do Senhor Jesus e Vigília Pascal.

O primeiro momento do Tríduo Pascal foi celebrado nesta Quinta-Feira, às 20h, na Catedral Metropolitana de Brasília, presidido pelo administrador desta Arquidiocese, Dom Sergio da Rocha e  transmitido pela Rádio Nova Aliança e Rádio Canção Nova.

Dom Sergio deu início a celebração desta Quinta-Feira, agradecendo aos meios de comunicação, pela transmissão, e a todos os fieis que o acompanhavam ao vivo. Logo em seguida, o arcebispo expôs sua emoção de poder presidir esta celebração do Tríduo Pascal, lembrando dos principais eventos deste primeiro momento.

“Irmãos e irmãs, hoje temos a graça de celebrarmos, mais uma vez, a Páscoa, isto é o Tríduo Pascal, com os seus três
grandes momentos. Hoje, primeiro dia do Tríduo Pascal, nós fazemos memória da última ceia, do gesto do Lava-Pés, da instituição do Sacerdócio, da Instituição do Sacerdócio e o mandamento do amor. A celebração de hoje não vai terminar como de costume, ela vai terminar com silêncio. Por que? Porque ela se prolonga. Ela vai continuar na vida de cada um de nós, de cada família, através da oração, da meditação, da penitência. E o segundo momento do Tríduo acontece nesta Sexta Santa, com a celebração da Paixão e Morte do Senhor, aqui, nesta Catedral”, disse.

O presidente da celebração esclareceu o porquê de não se realizar a Missa do Santo Crisma e omitir o rito de lava-pés na Semana Santa deste ano.

“Hoje, não realizamos a missa Crismal e nem o gesto do lava-pés, recordado pelo Evangelho. De acordo com as autoridades de saúde, devemos evitar aglomerações para que não se alastre o coronavírus. E já que o lava-pés não aconteceu ritualmente nesta celebração, que ele aconteça na vida de cada um de nós ao servir ao irmão de forma humilde. Lembrando que ninguem consegue servir sem se fazer servo” destacou.

Por fim, encerrando a celebração, o cardeal deixou um convite à assembleia, a permanecer vigilante e unida em oração.

“A partir de agora, nós somos convidados a estarmos unidos em oração, unidos ao Senhor, à Sua Morte e Ressurreição na Cruz. Lembre-se daquela palavra de Jesus: Orai e vigiai! Ou então, quando Ele mesmo pediu aos discípulos: Vigiai comigo no Jardim das Oliveiras. Depois da Ceia, temos início da Paixão de Jesus, no prórpio Jardim das Oliveiras. E você é convidado a rezar e a meditar a Paixão e a Morte, para celebrar com alegria e louvor a sua Ressureição na vígilia Pascal. Então na sua casa, ou onde você estiver, procure se dedicar a oração, a meditação, a reflexão. E a amanhã a tarde, aqui na Catedral, uma Celebração, sem a presença dos fieis, mas contaremos com a sua oração e sua participação pelos meios de comunicação à serviço da Igreja”, concluiu.

Após o convite de Dom Sergio, a assembleia silenciou-se, recordando as últimas horas antes da Paixão e Morte do Senhor, e o altar foi desnudado.

Como a celebração não foi encerrada, não houve benção final.

A continuação do Tríduo acontece nesta Sexta Santa, com a Celebração da Paixão e Morte do Senhor Jesus, às 15h, na Catedral Metropolitana de Brasília. O evento será transmitido pelas redes sociais da Arquidiocese e pelas Rádios Nova Aliança e Canção Nova.

Não deixe de acompanhar!

Leia mais:

– Baixe, logo abaixo, o subsídio para Celebrar o Tríduo Pascal em família:

– Oração Universal para a Celebração da Paixão do Senhor

Igreja celebra o Tríduo Pascal. Confira os horários das transmissões das Paróquias!

Programação da Semana Santa nas paróquias da Arquidiocese de Brasília 

Missa transmitidas pelas paróquias da Arquidiocese de Brasília

– Solenidade de Ramos será celebrada neste domingo. Veja os horários das transmissões

– Orientações de Dom Sergio para as celebrações da Semana Santa

 

Por Gislene Ribeiro