Movimento Serra de Brasília ganha novos membros

O arcebispo de Brasília, Dom Sergio da Rocha, presidirá, neste domingo, 08/03, Missa em ação de graças pelo renascer do Movimento Arquidiocesano Serra de Brasília. Na ocasião, serão empossados 32 novos membros e o novo assistente eclesiástico, o Pe. Antônio Fausto Valença, será apresentado para a comunidade.

Com a missão de rezar e trabalhar pelos vocacionados, em especial de vida consagrada, o Movimento Serra foi fundado por quatro leigos, em 1934, em Seattle, nos Estados Unidos. O nome ‘Serra’ é uma homenagem a um missionário: Frei Junípero Serra, que transformou tudo que tinha em uma grande expedição para levar Cristo por toda América. Junípero foi beatificado em 1988, pelas mãos do Papa João Paulo II, e canonizado em 2015, pelo Papa Francisco.

Somente três décadas após ser criado, em 1964, o Movimento Serra foi trazido para o Brasil, pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, na época, Dom Jaime de Barros Câmara.

Em Brasília, o Movimento foi fundado em 1972, logo após uma viagem de Dom José Newton Batista, que era o arcebispo de Brasília, aos Estados Unidos, como conta Célia Regina, presidente do Movimento.

“Ao viajar aos Estados Unidos, Dom Newton conheceu os objetivos e carisma do Movimento Serra, e quis tê-lo em sua Arquidiocese, sendo assim o seu fundador. Com o auxílio de um grupo de cursilhistas, em 1972, no Seminário Maior Nossa Senhora de Fátima, ele abençoava os propósitos retos dos corações e lançava a Pedra Fundamental do Serra no Distrito Federal”, disse.

O grupo chegou a contar com mais de uma centena de membros, mas aos poucos, com o passar do tempo, o tamanho do grupo Arquidiocesano foi diminuindo, dificultando as grandiosas ações do grupo. Mesmo assim, o Serra nunca deixou de existir, como disse Célia Regina, que participa do grupo há 46 anos.

“O Serra nunca deixou de existir aqui em Brasília. Nós tivemos períodos em que tivemos um grupo com mais de 100 pessoas, porém, a idade vai chegando, e aí, por uns motivos ou outros, como mudança da Capital, falecimentos, o grupo foi reduzindo. Mas sempre permanecendo alguém. Hoje o grupo conta com seis membros, Jane Melo, Regina Silva, Geraldo Silva, Antonieta, Cecília Aranhos e eu, Célia Regina. Mas todos com idades avançadas, acima de 80 anos, portadores de dificuldades para quase tudo, principalmente, para se locomover”, explicou.

Por essa e outras razões, receber novos membros alegra tanto o coração de Célia Regina. “Estou muito feliz com o renascer do Serra, com a chegada de novos membros. Com certeza, o dia 08 de março será um dia maravilhoso. 32 fieis leigos, cristãos, vão assumir diante de deus e das pessoas, na Catedral, a sua vocação de rezar e trabalhar pelas vocações da Arquidiocese de Brasília. Então é uma colheita maravilhosa. Deus está me dando tanto alegria, que só eu posso saber. É a primavera do Serra em Brasília, o Serra está renascendo no coração do Brasil”, discorreu.

Para concluir, de forma emocionada, Célia expressou sua alegria em participar do Movimento Serra de Brasília.

“Eu sou muito feliz por estar trabalhando neste Movimento. O meu chamado foi para trabalhar neste Movimento. Porque se nós não tivermos as mãos sacerdotais para consagrarem o Pão e o Vinho, nessa transubstanciação do Corpo e Sangue de Cristo, que é uma graça que só é concedida aos sacerdotes, não teremos Jesus Vivo na Eucaristia. E é muito importante poder fazer parte deste processo. É muito lindo”, finalizou.

Interessou-se? Quer conhecer mais sobre o Movimento Serra? Entre em contato com a Célia Regina pelos telefones: 99139 9308 ou 99163 9930.

Venha apreciar a posse dos novos membros e a apresentação do novo assistente eclesiástico no próximo domingo. Você é nosso convidado!

 

Informações:
Local: Catedral Metropolitana de Brasília
Endereço: Esplanada dos Ministérios

Movimento Serra de Brasília
Telefones: 99139 9308 ou 99163 9930.

Por Gislene Ribeiro

2020-03-02T17:59:45-03:0002/03/2020|