O que é Ascensão do Senhor?

A palavra Ascensão em sua origem nos traz a ideia de subir, ascender, ir para cima. No contexto espiritual ascensão significa libertação, cura e transformação. «Tendo dito estas coisas, foi Jesus elevado à vista deles, e uma nuvem o recebeu e ocultou aos seus olhos» (Atos 1,9).  O Catecismo da Igreja Católica (#668) afirma: “A ascensão de Cristo ao céu significa a sua participação, em sua humanidade, no poder e autoridade de Deus”. O fato faz parte do mistério pascal de Cristo. Termina sua missão terrena e inicia a missão da Igreja. Duas breves descrições da ascensão de Jesus, as encontramos em Lucas 24,50-53 e Marcos 16,19. Jesus ressuscitado foi elevado ao céu com seu corpo físico, na presença de onze de seus apóstolos, ocorrendo no quadragésimo dia da ressurreição. Na narrativa bíblica, um anjo informa os discípulos que a segunda vinda de Jesus irá ocorrer da mesma forma que a sua ascensão.

A ascensão é também considerada como um dos cinco grandes marcos da narrativa evangélica sobre a vida de Jesus, juntamente com o Batismo, Transfiguração, Crucificação e a Ressurreição. A ascensão de Jesus é professada explicitamente no Credo Niceno e no Credo dos Apóstolos afirmando que a humanidade de Jesus foi levada ao céu. Atos 1,9-12 afirma que a Ascensão teria ocorrido no “monte chamado Olival” (o “monte das Oliveiras”, sobre o qual está localizada a vila de Betânia). Após a ascensão, os apóstolos retornaram para Jerusalém a partir dali e o texto relata que a distância percorrida estava dentro da “jornada de um sabbath. A tradição consagrou este local como sendo o Monte da Ascensão.

O Evangelho de Lucas afirma que o evento ocorreu “nas proximidades de Betânia” enquanto que Marcos não especifica um local. Antes da conversão de Constantino em 312 d.C., os primeiros cristãos acreditavam que a ascensão teria ocorrido numa “caverna” no Monte das Oliveiras. Em 384, o local da ascensão já era venerado no atual local, aberto, morro acima a partir da caverna. A Capela da Ascensão em Jerusalém é hoje um local sagrado para cristãos e muçulmanos e acredita-se que ela marque o local de onde Jesus ascendeu para o céu. Na pequena igreja/mesquita circular está uma pedra com uma marca que alguns acreditam tratar-se das pegadas de Jesus.

Em 2014, numa das peregrinações à Terra Santa, pela Obra de Maria, tivemos a oportunidade de visitar essa Capela. Foi uma oportunidade única, a energia positiva que emana deste local é indescritível e tive a sensação de que o Espírito Santo, ali pairava  conservando e mantendo uma espiritualidade maravilhosa.

Conta a história que por volta de 390, uma rica romana financiou a construção da igreja original, chamada de “Eleona Basilica” (em grego: elaion – “jardim de oliveiras”; de elaia – “oliveira”; termo que tem uma similaridade muito citada com eleos – “misericórdia”). Esta igreja foi destruída pelos persas sassânidas em 614. Ela foi reconstruída, destruída e novamente reconstruída pelos cruzados. Esta igreja foi posteriormente destruída pelos muçulmanos, deixando apenas uma estrutura octogonal de 12 x 12 metros (chamada de martírio “memorial” ou “edícula”), que ainda existe. O local foi finalmente adquirido por dois emissários de Saladino em 1198 e desde então é propriedade do waqf de Jerusalém.

A Igreja Ortodoxa Russa também mantém o Convento da Ascensão no alto do monte das Oliveiras. A Festa da Ascensão, celebrada no quadragésimo dia após o domingo de Páscoa (sempre uma quinta-feira) é uma das principais festas do ano cristão e remonta pelo menos ao final do século IV. Já pelo século VI, a iconografia da ascensão de Jesus tinha se estabelecido e, no século IX, as cenas da ascensão passaram a ser representadas nas cúpulas das igrejas. Muitas cenas da ascensão têm duas partes, uma superior (celeste) e uma inferior (terrena). Jesus aparece geralmente abençoando com sua mão direita apontando diretamente para a terra, para o grupo de pessoas abaixo dele, o que indica que ele está abençoando toda a igreja.

A Ascensão é uma nova presença do Mestre, que se manifesta mediante sinais da missão evangelizadora dos discípulos. O Projeto de salvação e de libertação de Jesus passou para as mãos da Igreja, animada pelo Espírito. A Igreja é uma “Comunidade Missionária”, cuja missão é testemunhar no mundo a proposta de salvação e de libertação, que Jesus veio trazer aos homens. Cristo conta com você?

 

No interior da Capela está a “rocha da Ascensão”, com a marca do pé deixada por Jesus antes da subida aos Céus. O chão do espaço é de lajes de pedra e está limpo e bem conservado. Em diversos pontos, várias bases de grossas colunas de pedra dão a entender que ali já existiu uma grande igreja.

 

 

 

 

Padre Norbey – Paróquia Nossa Senhora do Lago

 

 

 

 

2021-05-15T18:14:43-03:0015/05/2021|