Padre Thaisson Santarém torna-se pároco da Paróquia São Miguel Arcanjo

O dia 31 de Outubro de 2021 vai ficar marcado na história da Paróquia São Miguel Arcanjo, do Recanto da Emas – DF. Um dia de festa, pois o administrador paroquial, Padre Thaisson Santarém, foi elevado a pároco.

Pe. Thaisson assume a Paróquia São Miguel Arcanjo após Dom Giovani,  que foi, até então, o primeiro e único pároco até ser nomeado, em  4 de setembro de 2020, bispo de Uruaçu-GO. A partir de então, Pe. Thaisson esteve como administrador paroquial.

A celebração eucarística foi presidida por Dom Paulo Cezar, Arcebispo da Arquidiocese de Brasília, e concelebrada por Pe. Felipe, vigário da Paróquia São Miguel Arcanjo, Pe. Silas, Pe. Raimundo, Pe. Fernando, Frei Hernando e o Diácono Reinaldo. Estiveram presentes também o Vigário Episcopal Pe. Anderson e padres do setor XIII.

Logo em suas primeiras falas, Pe. Thaisson agradeceu aos presentes “saudando com muito amor”. Já Dom Paulo retribuiu a acolhida e disse: “nos encontramos neste momento bonito na vida desta paróquia, quando a Igreja dá um título para o padre que está fazendo um bom trabalho”. Ainda em sua fala de acolhida, lembrou-nos da importância que Dom Giovani teve na comunidade, ao longo dos 25 anos que esteve à frente dessa missão, servindo sempre com muito amor e alegria.

Já dirigindo-se ao novo pároco, o Arcebispo disse: “Hoje, Padre Thaisson, você recebe o título de pároco, neste dia em que a Igreja coloca diante de nós aquilo que é essencial na nossa fé: o amor a Deus e o amor ao próximo”.

Em seguida, Padre Fernando, chanceler da Arquidiocese de Brasília, leu a carta de provisão na qual Dom Paulo nomeia o novo Pároco.

Em sua homilia, Dom Paulo destaca que  “a palavra de Deus coloca diante de nós aquilo que é essencial, onde o Judeu no tempo de Jesus já se perguntava o que era essencial em sua vida de fé, e hoje nós também perguntamos o que é essencial para uma vida de fé. E nessa busca por aquilo que é essencial no tempo de Cristo, um mestre da lei perguntou a Jesus qual o primeiro mandamento, e ele, citando o livro do Deuteronômio, respondeu: o amor a Deus. O amor de Deus é essencial em nossas vidas, ele que deve estar no centro de nossas vidas”.

Após a homilia, seguiram-se os ritos de posse: recebeu a cátedra e a chave do tabernáculo, onde fez uma breve adoração e logo após fez sua profissão de fé e juramento de fidelidade.

Ao final da celebração, o novo pároco recebeu os cumprimentos da comunidade e logo em seguida, juntamente com o Arcebispo, padres e demais convidados, partilhou um delicioso almoço em comemoração.