Posse do novo Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Esperança na Asa Norte

Na alegria de receber um novo pastor, os fiéis da Paróquia Nossa Senhora da esperança, na Asa Norte, participaram da Santa Missa de Posse do novo Pároco, Padre João Batista Mezzalira, na noite da última quarta-feira. A Celebração foi presidida por Dom Paulo Cezar Costa, Arcebispo de Brasília, e contou com a presença de inúmeros sacerdotes e da comunidade.

O rito de posse se iniciou com a leitura da provisão de nomeação do novo pároco e com o seu juramento de fidelidade, onde, assente em todas as verdades de fé da Igreja, prometendo honrá-las e ensiná-las.

Em sua homilia, Dom Paulo refletiu sobre a não autossuficiência da Igreja, lembrando a todos que a Igreja não se basta a si mesmo e, graças a Deus que não se basta, se não seríamos autossuficientes, seríamos aquilo que aconteceu na história, seríamos pelagianos – que achavam que a salvação viria tão somente por uma perfeição moral na Terra e que eles mesmos se bastavam e não precisavam de Deus e da Igreja. Mas temos que ter em mente que a Igreja, que cada um de nós, somos sustentando pelo Senhor. O Senhor é aquele que dá tudo, o Senhor é aquele que dá pastores, que dá os sacramentos, que nos alimenta com a Eucaristia, que sempre vai sustentando o seu povo com seu amor misericordioso.”

O Arcebispo ainda mostrou que, a partir das leituras, a sabedoria que é dada a Salomão, também é concedida a todos hoje: “a sabedoria dada a Salomão também é concedida a nós, hoje, através dos dons do Espírito. Ela se manifesta nas pequenas coisas, no dia a dia, e nós devemos nos lembrar que ela é sempre dom de Deus, nunca é mérito somente nosso, mas dádiva do amor misericordioso de Deus para com o homem.”

Ao final da celebração, o novo Pároco, Padre João Batista, rendeu graças a Deus e partilho sua alegria de responder ao chamado: “Estou muito agradecido ao Senhor por este novo tempo que se abre, com D. Paulo Cezar me confiando os cuidados da Paróquia Nossa Senhora da Esperança. Ao longo desta trajetória de 15 no ministério sacerdotal, a criatividade de Deus me proporcionou experiências memoráveis, nas quais a providência e a fidelidade d’Ele sempre me acompanharam. Estou seguro de que a Sua graça nesta nova missão como pároco trará muitos frutos para a santificação minha e dos paroquianos. Que a comunhão que se expressa nesta fervorosa acolhida possa plasmar um tempo de copiosas bênçãos!”