Sagrado Coração de Jesus e N. Sra. das Mercês realiza solenidade de Sagrado Coração de Jesus

Com uma missa solene, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês celebrou na noite desta sexta-feira (11), a festa do patrono. Para evitar que a igreja ficasse lotada e permitir que todos os fiéis pudessem participar da celebração, a missa foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da paróquia. Além disso, outras duas celebrações aconteceram ao longo do dia (às 7h e às 15h). A festa de Sagrado Coração foi o ápice de uma celebração que começou no início do mês com a tradicional novena que, neste ano, teve como tema a oração em busca da misericórdia de Cristo para vencer a pandemia.

Celebrante da noite, o pároco Frei Rogério dedicou a homilia à exaltação do amor e à importância de cada pessoa pedir a Deus para que possa ter um coração semelhante ao de Jesus, que mesmo ferido e transpassado não deixou de amar. Ele destacou a grandiosidade da celebração que inclui desde o cuidado com todos os detalhes da festa, a ornamentação da igreja até o acolhimento dos fiéis. “Uma igreja deve ser a extensão do amor de Jesus no mundo. A Paróquia deve ser o amor de Jesus que se irradia e nós temos a felicidade de ter todos os dias o Coração de Jesus, nosso patrono, nossa referência”.

Ainda durante a homilia, Frei Rogério lembrou a responsabilidade da Paróquia de praticar o amor em todos os momentos, na acolhida dos que pedem ajuda, na busca por solução de problemas do dia a dia, nas causas difíceis. “O que o amor não resolve, nada resolve. Não tente resolver as coisas com ódio, violência, insulto, revanche”, afirmou frisando que é possível ser firme e agindo com amor. “Se fossemos agir por vingança, até hoje estaríamos vingando a morte de Jesus, que foi injusta, mas Ele pôs fim a um possível ciclo de vingança ao dizer Pai- perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem”, completou.

No fim da celebração, o pároco fez um agradecimento especial à comunidade pela organização da festa, lembrando o trabalho de diversas pastorais e grupos que se dividiram em cuidar de cada detalhe da solenidade. Em seguida, novos membros do Apostolado da Oração receberam distintivos do grupo: fitas vermelhas e brancas que lembram sangue e água jorrados do Coração de Jesus. O último ato foi a apresentação da Escola de balé de Brasília seguido da coroação da imagem do Sagrado Coração de Jesus, em sinal de reverência à grandiosidade da misericórdia e do amor de Jesus.

Novena- Ao longo dos últimos nove dias, os fiéis foram convidados estimulados fazer orações pedindo a misericórdia do Coração de Jesus para a superação da realidade de dor e sofrimento provocada pela pandemia de covid-19. Organizadas pelo Apostolado da Oração, as celebrações foram conduzidas por diversos sacerdotes, inclusive de outras paróquias. “Nos unimos em oração para alcançar o impossível, pois quem reza nunca deixa o mundo para trás, e une seu coração ao coração de Jesus, como sugeriu o Papa Francisco”, lembra Cláudia Miriane, uma das organizadoras da celebração.

Além das orações, a novena gerou frutos concretos de doações de alimentos e outros itens, entregues a pessoas com necessidade. A cada dia, como gesto concreto, a comunidade foi convidada a entregar doações para o projeto Coração Aberto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.