Seminário Maior de Brasília celebra sua Padroeira com a presença do Arcebispo

Desde as I Vésperas da Solenidade de Nossa Senhora de Fátima a comunidade do Seminário Maior Arquidiocesano de Brasília está vivenciando a Festa de sua Padroeira. Na noite de quinta-feira (12/05), os seminaristas rezaram as Vésperas Solenes e realizaram uma procissão para honrar Nossa Senhora de Fátima. Também tiveram um recital com as musicistas Larissa Viana e Marília de Alexandria.

Nesta sexta-feira (13/05), o dia foi iniciado com as Laudes Solenes e, no fim da manhã, o Arcebispo de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa, presidiu a Santa Missa que contou com a presença dos seminaristas, benfeitores do Seminário, bem como, de diversos padres formados nesta casa durante estes 46 anos de existência.

 

Em sua homilia, Dom Paulo afirmou que “nós caminhamos na esperança, nós ouvimos a primeira leitura que começa com um drama, este drama nós ainda vivenciamos na caminhada da nossa vida e da nossa história. Nós estamos vivenciando uma guerra, que ´gerada pelo drama do pecado, que desde o Gênesis já se mostra. Já ali se mostra o antagonismo, a inimizade entre Deus e o pecado, entre o mal e o bem. Deus nos quer próximos Dele, Ele é o Sumo Bem, Ele que nos livra do mal e do pecado. A inimizade entre a serpente e a mulher, deve ser também nossa: não devemos ser amigos do pecado, mas amigos de Deus.”

Sobre a figura de Nossa Senhora, o Arcebispo destaca sua proximidade com a humanidade: “Ela não é indiferente a caminhada de Deus na história, as parições dela mostram sempre o amor e a presença materna da Mãe na caminhada da vida da Igreja e da sociedade como um todo. Ela vem ao encontro de seus filhos, apontando o caminho, não sendo indiferente nem aos sofrimentos e nem as alegrias de seus filhos e filhas.”

 

Ao final da Celebração, Dom Paulo afirmou que “quando olhamos para Maria, olhamos para aquela que sempre indica para nós a vontade do seu Filho Jesus Cristo, aquilo que ela diz aos servos nas bodas de Caná, ‘fazei o que Ele vos disser’. Essa é a presença materna da Mãe que sempre aponta para nós a vontade de seu Filho Jesus. Que este nosso Seminário possa ser a casa da formação de discípulos missionários, de homens que tenham sempre no coração a busca da vontade de Jesus, desgastando a vida nas nossas comunidades por amor ao nosso amado povo.”

A Festa no Seminário ainda continua no período da noite desta sexta-feira e deste sábado (14/05) com a quermesse aberta ao público onde todos são convidados a conhecer esta casa de formação e, além da convivência e da diversão, colaborar com as necessidades materiais da formação dos futuros padres da Arquidiocese de Brasília e das dioceses da província eclesiástica (Formosa, Luziânia e Uruaçu).