Vigília Pascal: Igreja celebra com alegria o anúncio da Ressurreição

Eis que chegou a noite maior e mais esperada de todas, a Vigília Pascal, quando celebramos a vitória de Cristo sobre a morte! A morte foi vencida e a Igreja vibra e renova a sua fé, a sua esperança.

Com esta celebração da Vigília Pascal, realizada na Catedral Metropolitana de Brasília, a Igreja concluiu o Tríduo Pascal.

Presidida pelo administrador desta Arquidiocese e concelebrada pelos bispos auxiliares: Dom Marcony Vinícius Ferreira e Dom José Aparecido Gonçalves, a solenidade teve início com a Liturgia da Luz, quando acenderam as velas do altar e, logo depois, o Círio Pascal.

Levado para frente do altar, o Círio foi erguido pelo Diácono Alfredo Oton, enquanto cantava: “Eis a luz de Cristo!” e os presentes respondiam “Demos graças a Deus”.  Logo depois, a vela foi colocada ao lado do ambão e a Páscoa foi anunciada de forma cantada, convidando a todos se alegrarem e a exultarem o Ressuscitado.

A segunda parte da celebração começou com a Liturgia da Palavra, composta por 4 leituras, das quais 3 eram do antigo testamento e as demais do novo, com a finalidade de levar os cristãos à reflexão sobre as obras de Deus em toda terra.

Finalizando a oração e o responsório da última leitura do Antigo Testamento, Dom Sergio entoou o Hino de Glória, os sinos foram então tocados e as velas do altar foram acesas novamente, já que elas foram apagadas antes de começar a liturgia da Palavra. E com a leitura da Carta aos Romanos, extraída do novo testamento, teve fim a liturgia da Palavra.

Dom Sergio, então, deu início à homilia discorrendo sobre o início da Celebração deste sábado. Para ele, ao celebrar a Páscoa, a Igreja de Brasília se une, não só aqueles que estão em casa, mas ao mundo inteiro, que compartilham os mesmos sentimentos, sustentados pela esperança e pela fé em Cristo Ressuscitado.

“Nós iniciamos esta Solene celebração com a Solene Proclamação da Páscoa com o cântico de louvor e ação de graças, que exprime não só louvor, mas confiança Naquele que venceu a morte, Jesus Cristo, Luz do mundo, como foi apresentado nesta celebração. E nesta Catedral, como as outras celebrações da Semana Santa, nós continuamos unidos, como Igreja, concluindo o Tríduo Pascal e celebrando a Ressurreição do Senhor, com grande louvor, com ação de graças e com esperança. E ao celebrar esta Vigília, nós nos unimos à Igreja no mundo inteiro, ao nosso querido Papa Francisco, com Igreja de todo o mundo que compartilha a alegria e a dor, angústia e a esperança. A Igreja que vive da fé de Cristo Ressuscitado, e, por isso, da esperança em Cristo”destacou.

Prosseguindo, o cardeal refletiu a importância da Celebração da Vigília Pascal, recordando toda história da Salvação do Mundo, fazendo menção à pandemia de Covid-19 e dando destaque a uma expressão que apareceu na liturgia do dia por duas vezes: “Não tenhais, medo”.

“Ao visitar o túmulo de Cristo, logo bem cedo, as Santas Mulheres receberam o anúncio da Ressurreição diretamente do Anjo do Senhor que dizia “não tenhais medo”, e, ao final do Evangelho, quando o próprio Jesus aparece a elas e diz “não tenhais medo”. E essa Palavra ecoa hoje no mundo todo, em todos os lugares, no seu coração, na sua casa, onde você estiver. Principalmente, no coração de quem está mais sofrido, ainda mais nesse tempo de pandemia, que tem impedido de estarmos reunidos como de costume nas nossas Igrejas. Essa é a Palavra que Jesus dirige a cada um de nós. Temos, sim, o cuidado da vida, vida que é dom de Deus. Temos, sim, o respeito e o cuidado pela vida do outro, mas não nos desesperamos. Não podemos nos desesperar! Não tenhais medo. Isso é, tenham confiança, tenham fé e tenham esperança Naquele que é o Senhor que vence a própria morte”, enfatizou.

Desse modo, para aqueles que desejam viver bem e testemunhar a Páscoa, Dom Sergio sugeriu que eles repitam o gesto das Santas Mulheres que, diante de Jesus, prostraram-se em oração, abraçaram-No e O adoraram, para depois poder sair dali e anunciar a Ressurreição.

Seguindo o raciocínio, o arcebispo ainda indicou o que os fieis deveriam fazer para celebrar a Ressurreição do Senhor com o devido valor que a ocasião exige.

“Irmãos e irmãs, não só procure celebrar a Páscoa nesta noite, tão Solene, mas procure viver esse mistério que nós celebramos, meditando e procurando cumprir a Palavra que acabamos de ouvir no Evangelho. Palavra que é de Jesus: ‘Ide e anunciai’, ‘Não tenhais medo’, ‘não tenho medo’, e, ao mesmo tempo, a atitude daquelas santas mulheres que vão depressa, vão fazer a sua parte para que outras pessoas possam fazer parte da graça da ressurreição, mas fazem isso, muito unidas ao Senhor como nós queremos no dia a dia”, explicou.

Por fim, arcebispo ainda lembrou daqueles que sofrem e são vítimas, diretamente e indiretamente, da Covid-19, e pediu misericórdia a Deus e oração aos fieis.

“Peçamos a Deus a graça de superar esse momento tão difícil pelo qual estamos passando e que possamos vencer essa pandemia o mais possível. Rezemos pelas vítimas, por todos que sofrem com essa situação tão difícil também pelos profissionais da saúde”, arrematou.

No momento seguinte, foi realizada a renovação das promessas batismais, onde com fé, os cristãos foram convidados a renunciar o satanás e as obras dele, além de se comprometer a servir a Deus na Igreja.

Pouco antes de terminar a liturgia deste dia, Dom Sergio foi homenageado pela Comissão de Liturgia da Catedral. O cardeal agradeceu o carinho e convidou todos a acompanharem a tomada de posse, prevista para o dia 05 de junho.

Ao final, o arcebispo concedeu a benção final e os fieis, de casa, fizeram o sinal da cruz, encerrando o Tríduo Pascal 2020.

Clique aqui e veja as fotos do evento.

 

Veja alguns trechos da celebração abaixo:

 

Leia mais:

Clique aqui e veja as fotos da Vigília da Pascal

– Sexta-Feira da Paixão: “Somos chamados a permanecermos em Cristo na hora da cruz para, com Ele, alcançarmos a vitória sobre a cruz

– Missa da Santa Ceia do Senhor marca o início do Tríduo Pascal

– Oração Universal para a Celebração da Paixão do Senhor

– Igreja celebra o Tríduo Pascal. Confira os horários das transmissões das Paróquias!

– Programação da Semana Santa nas paróquias da Arquidiocese de Brasília 

– Missa transmitidas pelas paróquias da Arquidiocese de Brasília

– Solenidade de Ramos será celebrada neste domingo. Veja os horários das transmissões

– Orientações de Dom Sergio para as celebrações da Semana Santa

 

 

Por Gislene Ribeiro

2020-04-17T18:53:37-03:0012/04/2020|