DOM PAULO CEZAR COSTA

Quinto Arcebispo de Brasília

Nascimento: 20/07/1967

Ordenação Presbiteral: 05/12/1992

Ordenação Episcopal: 05/02/2011

Lema Episcopal: “Omnia Sustineo Propter Electos” (Tudo suporto pelos eleitos)

Posse como Arcebispo de Brasília: 12/12/2020

Filho de Geraldo Manoel da Costa Amaral e Maria Alice Miranda Amaral. Nascido na cidade de Valença, Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote em 5 de dezembro de 1992, na Diocese de Valença, Rio de Janeiro. Foi pároco, reitor do seminário e professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio.

Graduado em Teologia pelo Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro (1991), mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (1998) e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (2001). Na dimensão acadêmica tem experiência na área de Teologia, com ênfase na Teologia Sistemática nas áreas de Patrologia, Cristologia e Trindade. Além disso, por muitos anos, foi professor assistente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, diretor do Departamento de Teologia da PUC-Rio; professor e diretor do Instituto de Filosofia e Teologia Paulo VI, professor do Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Foi nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro pelo Papa Bento XVI em 24 de novembro de 2010 e ordenado no dia 5 de fevereiro de 2011 pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, O. Cist.. Na Arquidiocese do Rio de Janeiro foi articulador e organizador da Jornada Mundial da Juventude de 2013, além de animador da Pastoral Universitária, como Bispo da Comissão Arquidiocesana de Aquisição de Terrenos e Evangelização, das Missões, da Academia Fides et Ratio e do Centro Cultural Dom Eugenio de Araújo Sales. Também, acompanhou o economato da arquidiocese, o Departamento Jurídico, o Patrimônio Histórico e Cultural da Arquidiocese do Rio e os estudantes no exterior, membro do Conselho Diretor da Associação Mantenedora da PUC-Rio e do Conselho Universitário da PUC-Rio.

No Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi eleito bispo referencial da Pastoral Universitária e da Comissão Regional para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada. E, também, membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé na CNBB.

Em 22 de junho de 2016 o Papa Francisco o nomeou como o 7º Bispo da Diocese de São Carlos. Sua posse canônica aconteceu no dia 06 de agosto de 2016 onde permaneceu até ser nomeado como Arcebispo de Brasília, em 21 de outubro de 2020. Na Diocese de São Carlos reestruturou o setor de comunicação da diocese, ordenou inúmeros padres, criou paróquias, além de ter promovido a reorganização da cúria diocesana.

Foi nomeado Arcebispo de Brasília, pelo Papa Francisco, no dia 21 de outubro de 2020, tendo tomado posse na Solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe, no dia 12 de dezembro de 2020. Até o presente momento Dom Paulo Cezar Costa já visitou quase que a totalidade das paróquias da Arquidiocese, iniciou o plano de reestruturação da Cúria Metropolitana, além de organizar a VII Assembleia Arquidiocesana e promover o diálogo com os poderes públicos.

Atualmente, é responsável pelo Setor Universidades da Igreja no Brasil da Comissão Episcopal Pastoral para Educação e Cultura, membro do Conselho Permanente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil); referencial para o Instituto Nacional de Pastoral Alberto Antoniazzi (INAPAZ); presidente do grupo de Análise de Conjuntura Eclesial da CNBB; membro do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM); em Roma é membro da Pontifícia Comissão para América Latina e do Pontifício Conselho para Unidade dos Cristãos.

Bispos auxiliares

DOM JOSÉ APARECIDO

Bispo Auxiliar de Brasília

Nascimento: 21/07/1960

Ordenação Presbiteral: 21/12/1986

Ordenação Episcopal: 13/07/2013

Lema Episcopal: Amoris Officium Pascere

Filho de Orlando e Marina. Primogênito de quatro irmãos. Frequentou o curso de filosofia no Seminário Arquidiocesano de Londrina por um ano, completando-o nas Faculdades Associadas do Ipiranga (FAI), em São Paulo (1980-1982), onde também fez os estudos teológicos, na Faculdade Nossa Senhora da Assunção (1983-1986).

Ordenado presbítero na Arquidiocese de São Paulo, no dia 21 de dezembro de 1986, e sucessivamente incardinado na Diocese de Santo Amaro, aos 15 de março de 1989.

foi administrador paroquial da Paróquia Santa Cruz de Parelheiros – Diocese de Santo Amaro (1987-1988) e pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Jardim Prudência – Diocese Santo Amaro (1988-1990). Em 1990 foi enviado a Roma para uma especialização em Direito Canônico. Em 1994 foi convidado para trabalhar no Conselho Pontifício para os Textos Legislativos, exercendo a função de Adido de Secretaria até 2010. Em 2010 o Papa Bento XVI o nomeou Prelado de Honra de Sua Santidade e Subsecretário do Dicastério, função que exerceu até à nomeação episcopal.

Durante a sua permanência em Roma, prestou colaboração pastoral em várias atividades da Diocese de Roma: foi capelão da Clínica Sacra Famiglia, foi confessor extraordinário da Basílica de São Pedro durante o Grande Jubileu do ano 2000. Também prestou auxílio pastoral a algumas paróquias em Roma e na Diocese de Netuno e confessor externo no Pré Seminário São Pio X, no Vaticano.

Na Santa Sé, foi Comissário para a defesa do vínculo das causas de Matrimônio ratificado e não consumado (pela Congregação para o Culto divino e a Disciplina dos Sacramentos, competência que passou a seguir para a Rota Romana); membro da Comissão de Arbitragem e Conciliação do Ofício do Trabalho da Sé Apostólica (ULSA). Foi convidado a trabalhar também em diversas comissões interdicasteriais para estudar questões de governo da Igreja que envolviam a competência de vários Dicastérios, além de várias colaborações ocasionais com outros; foi Consultor da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos. Atualmente, colabora com a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica como auxiliar de comissariamento de alguns institutos.

Recebeu o título de doutorado em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade Santa Cruz, em Roma. Foi ordenado bispo auxiliar de Brasília em 13 de julho de 2013 por Dom Sergio da Rocha.

Após a transferência do Cardeal Dom Sergio da Rocha para a Sede Primacial de São Salvador da Bahia, Dom José Aparecido foi eleito dia 8 de junho de 2020 para a função de Administrador Diocesano de Brasília até dia12/12/2020.

DOM MARCONY

Bispo Auxiliar de Brasília

Nascimento: 03/03/1964

Ordenação Presbiteral: 03/12/1988

Ordenação Episcopal: 12/04/2014

Lema Episcopal: “A Deo Omnia” (Tudo para Deus)

Filho de Francisco Canindé Ferreira e de Maria do Céu Barroso. Nascido em Brasília, foi o primeiro sacerdote ordenado na Arquidiocese cujo nascimento se deu na mesma. Estudou no Seminário Menor Bom Jesus, cursou Filosofia e Teologia no Seminário Maior Nossa Senhora de Fátima, ambos em Brasília.

Foi ordenado diácono em 8 de dezembro de 1987 por Dom Geraldo Ávila, na Vila Planalto. Em 3 de dezembro de 1988 foi ordenado sacerdote por Dom José Freire Falcão no Santuário Dom Bosco.

No decorrer do seu ministério sacerdotal, desempenhou inúmeros cargos: colaborou na organização da visita do Papa São João Paulo II em 1991; Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima em Sobradinho(1989-1993); Pároco da Catedral Metropolitana de Brasília Nossa Senhora Aparecida (1996-2010); Coordenador Arquidiocesano de Pastoral (1996-2004); Membro do Conselho dos Presbiteral (1996-2010); Membro do Colégio dos Consultores (1996-2010); Vigário Episcopal para o Vicariato Centro (1996-2007); Vigário Geral da Arquidiocese de Brasília (2008-2011); Responsável pelo jornal litúrgico dominical Povo de Deus da Arquidiocese (1989-2003 e 2006-2011); Secretário Geral e Coordenador da Equipe de Liturgia do XVI Congresso Eucarístico Nacional (2010).

Em 1989 fez um pós-graduação na área de Liturgia no Instituto Teológico Pastoral da América Latina -ITEPAL em Bogotá. Especializou-se em Teologia Litúrgica, frequentando primeiramente o Pontifício Ateneu Santo Anselmo (1993-1996) e depois o Instituto de Teologia Litúrgica da Universidade Santa Cruz (2011-2012), em Roma.

Em 19 de fevereiro de 2014 foi nomeado bispo titular de Vertara e bispo auxiliar de Brasília pelo Papa Francisco, sendo ordenado em 12 de abril de 2014, na Catedral de Brasília pelo cardeal arcebispo emérito de Brasília, Dom Falcão, tendo como co-consagrantes o arcebispo de Brasília, Dom Sergio da Rocha e o Arcebispo emérito de Aparecida Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis.

Arcebispos

DOM JOSÉ NEWTON DE ALMEIDA BATISTA
Primeiro Arcebispo de Brasília

Nascimento: 16/10/1904 – Niterói – Rio de Janeiro

Ordenação Presbiteral: 28/10/1928

Ordenação Episcopal: 03/09/1944

Lema Episcopal: “Adveniat Regnum Tuum” (Venha o Teu Reino)

Posse como Arcebispo de Brasília: 21/04/1960

Duração do Governo da Arquidiocese de Brasília: 21/04/1960 à 14/02/1984 (23 anos, 9 meses e 23 dias)

Falecimento: 11/11/2001 – Brasília – Distrito Federal

Filho de Baltazar Bernardino Batista e de Maria Carolina de Almeida Batista Pereira. Fez seu ginásio no Seminário Menor de São Paulo, como seminarista do Rio de Janeiro. Completou os estudos de filosofia e teologia na Universidade Gregoriana de Roma. Licenciou-se em filosofia em 1925 e, em 1929 concluiu o doutorado.

Foi ordenado sacerdote em 28 de outubro de 1928, em Roma. Volta para o Rio de Janeiro em 1930 onde passa a exercer inúmeras funções em diversas paróquias

Em agosto de 1944 deixou o Rio de Janeiro, sendo sagrado bispo diocesano de Uruguaiana (RS), onde ficou até 1954, quando foi nomeado arcebispo metropolitano de Diamantina (MG). Ocupou essa posição até 1960, ano em que foi nomeado arcebispo de Brasília (DF), a nova capital do país, inaugurada em abril e construída durante o governo do presidente Juscelino Kubitschek (1956-1960). Em 1963 foi nomeado vigário militar do Brasil e em 1967 recebeu o título de arcebispo metropolitano. Foi membro da Comissão Central da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Previdência do Clero, bem como dos congressos eucarísticos internacionais.

Na Arquidiocese de Brasília, lançou os alicerces da Igreja no Planalto Central literalmente do zero. Costumava afirmar que precisava de operários para construir a cidade espiritual de Brasília, por isso, preocupou-se substancialmente com a construção do Seminário e com as vocações sacerdotais.

Em 1984 foi sucedido pelo, até então, arcebispo de Teresina, Dom José Freire Falcão, tornando-se arcebispo emérito. Continuou a colaborar com a Arquidiocese Militar, onde foi, também, seu primeiro arcebispo, sendo sucedido, nesta instância, por Dom Geraldo do Espírito Santo Ávila.

Dom José Newton de Almeida Baptista fez sua Páscoa aos 97 anos, no dia 11 de novembro de 2001. Seu corpo repousa na cripta da Catedral Metropolitana de Brasília, sendo o primeiro bispo ai sepultado.

DOM JOSÉ CARDEAL FREIRE FALCÃO

Segundo Arcebispo de Brasília

Nascimento: 23 de outubro de 1925 – Ererê – Ceará

Ordenação Presbiteral: 19 de junho de 1949

Ordenação Episcopal: 17 de junho de 1967

Lema Episcopal: “In Humilitate Servire” – Servir na humildade

Posse como Arcebispo de Brasília: 15 de fevereiro de 1984

Duração do Governo da Arquidiocese de Brasília: 15/02/1984 à 28/01/2004 (19 anos, 11 meses e 13 dias)

Falecimento: 26 de setembro de 2021 – Brasília – Distrito Federal

Filho de Otávio Freire de Andrade e de Maria Falcão Freire, fez seus estudos iniciais na cidade de Russas, interior do Ceará e, em seguida partiu para a capital para ingressar no Seminário da Prainha em Fortaleza.

Foi ordenado sacerdote na cidade de Limoeiro em 19 de junho de 1949 por Dom Aureliano de Matos. Nesta diocese exerceu inúmeras funções, auxiliando, de perto o bispo.

Em 1967 foi ordenado bispo coadjutor de sua própria diocese de origem, sucedendo o amigo bispo e lá governando por 4 anos. Em seguida foi elevado a Arcebispo de Teresina, capital do Piauí, onde permaneceu por 13 anos. Em Teresina, além de organizar o serviço arquidiocesano, criar paróquias e ordenar sacerdotes, foi anfitrião da visita do Papa João Paulo II pela primeira vez.

Após a renúncia, por motivo de idade, de Dom José Newton de Almeida Baptista, foi nomeado segundo arcebispo de Brasília, tomando posse em 15 de outubro de 1984. Em Brasília Dom Falcão criou dezenas de paróquias, ordenou mais de 100 sacerdotes, criou o Curso Superior de Teologia, manteve diálogos frutuosos com os governos local e federal. Dom Falcão construiu a casa do clero e teve olhos atentos a formação dos futuros sacerdotes.

Exerceu inúmeras funções no Episcopado da América Latina, chegando a ser eleito vice-presidente do CELAM. Em 1988 foi criado Cardeal pelo Papa João Paulo II e, em 1991, recebeu o Papa pela segunda vez, agora em Brasília.

Em 2004, ao completar 75 anos, tornou-se arcebispo emérito da Capital Federal, passando a colaborar com seu sucessor, de forma discreta, mas vivaz. Além de contribuir com a publicação de artigos periódicos em jornais de circulação distrital e nacional.

Participou dos funerais do Papa João Paulo II, em 2005 e, também, do conclave que elegeu o Papa Bento XVI.

Dom José Cardeal Freire Falcão fez sua Páscoa no dia 26 de setembro de 2021, prestes a completar 96 anos de idade. Seu corpo repousa na Cripta da Catedral Metropolitana de Brasília, sendo o segundo arcebispo sepultado ali.

DOM JOÃO CARDEAL BRAZ DE AVIZ

Terceiro Arcebispo de Brasília

Nascimento: 24 de abril de 1947 – Mafra – Santa Catarina

Ordenação Presbiteral: 26 de novembro de 1972

Ordenação Episcopal: 31 de maio de 1994

Lema Episcopal: “Ut unum sint” – Todos sejam um

Posse como Arcebispo de Brasília: 27 de março de 2004

Duração do Governo da Arquidiocese de Brasília: 27/03/2004 à 04/01/2011 (6 anos, 9 meses e 8 dias)

Filho de João Avelino de Aviz e de Juliana Hack de Aviz. Aos 11 anos ingressou no Seminário São Pio X, dos padres do Pontifício Instituto para as Missões Estrangeiras, na cidade de Assis, interior de São Paulo, onde estudavam os seminaristas menores da Diocese de Londrina. Estudou Filosofia na cidade de Curitiba, no Seminário Maior Rainha dos Apóstolos, e na cidade de Palmas, interior do Paraná. Concluído o curso de Filosofia, seguiu para Roma, onde cursou a faculdade de Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana.

Ao retornar ao Brasil, foi ordenado sacerdote em 26 de novembro de 1972 e, na diocese de Apucarana, foi pároco de algumas paróquias, reitor do seminário, membro dos colégios dos conselhos e coordenador de pastoral.

Entre 1989 e 1992 fez o doutorado em Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Lateranense de Roma.

Foi ordenado bispo em 31 de maio de 1994, para ser auxiliar na Arquidiocese de Vitória, capital do Espírito Santo. Lá permaneceu até 1998 quando foi nomeado bispo para a diocese de Ponta Grossa. Em 4 de outubro de 2002 foi elevado a arcebispo da Arquidiocese de Maringá onde permaneceu até 2004, quando foi transferido para ser Arcebispo de Brasília.

Na Arquidiocese de Brasília foi responsável pela construção da sede da cúria metropolitana, além de organizar o XVI Congresso Eucarístico Nacional em 2010. Foi presidente do regional Centro-Oeste da CNBB, membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé e vice-presidente das Edições CNBB.

Em 4 de janeiro de 2011 foi nomeado pelo Papa Bento XVI como Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedade de Vida Apostólica no Vaticano. Em 2012 foi criado Cardeal e, em 2013, participou do Conclave que elegeu o Papa Francisco.

DOM SERGIO CARDEAL DA ROCHA

Quarto Arcebispo de Brasília

Nascimento: 21 de outubro de 1959 – Matão – São Paulo

Ordenação Presbiteral: 14 de dezembro de 1984

Ordenação Episcopal: 11 de agosto de 2001

Lema Episcopal: “Omnia in Caritate” – Tudo na Caridade

Posse como Arcebispo de Brasília: 06 de agosto de 2011

Duração do Governo da Arquidiocese de Brasília: 06/08/2011 à 11/03/2020 (8 anos, 7 meses, 5 dias)

Filho de Rubens da Rocha e Aparecida Veronesi, cursou a filosofia no Seminário de São Carlos e teologia na Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Fez seu mestrado em Teologia Moral na Faculdade Nossa Senhora Assunção em São Paulo e o doutorado na Academia Alfonsiana da Pontifícia Universidade Lateranense de Roma.

Foi ordenado sacerdote na Matriz do Senhor Bom Jesus, em Matão. Na diocese de São Carlos foi diretor espiritual do Seminário, Pároco em diversas paróquias, Reitor do Seminário, assessor da Pastoral da Juventude, coordenador de Pastoral, coordenador da Pastoral Vocacional, professor de Teologia Moral na Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Foi ordenado bispo em 11 de agosto de 2001 e foi designado para ser bispo auxiliar de Fortaleza onde permaneceu até março de 2007 quando assumiu como Arcebispo Coadjutor de Teresina. Governou a Arquidiocese de Teresina até 2011 quando foi nomeado Arcebispo de Brasília.

Tomou posse como Arcebispo de Brasília em 6 de agosto de 2011 e promoveu, durante seu governo, criou o Vicariato Leste, 23 paróquias, realizou a V e a VI Assembleias Arquidiocesanas, construiu o Seminário Propedêutico São José, promoveu o reconhecimento da Faculdade de Teologia da Arquidiocese (FATEO), criou o Fundo de Comunhão e Partilha e a Comissão Arquidiocesana de proteção dos menores.

Foi presidente da CNBB no período de 2015 a 2019, além de presidir diversas comissões da instituição. O Santo Padre, o Papa Francisco, nomeou Dom Sergio membro do Sínodo para a Família e do Sínodo para a Juventude.

Em 19 de novembro de 2016 foi criado Cardeal pelo Papa Francisco. Já em 5 de junho de 2020, foi empossado como Arcebispo da Arquidiocese de São Salvador da Bahia e Primaz do Brasil.

DOM ALOÍSIO SINÉSIO BOHN
Bispo Emérito de Santa Cruz do Sul

Data de nascimento: 11/09/1934 – Montenegro – RS

Ordenação Presbiteral: 23/12/1962

Ordenação Episcopal: 09/09/1977

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo Auxiliar de Brasília entre 09/09/1977 e 13/02/1980

DOM JÉSUS ROCHA
Bispo Diocesano de Oliveira – MG

Data de nascimento: 15/10/1939 – Diamantina – MG

Ordenação Presbiteral: 01/01/1966

Ordenação Episcopal: 26/02/1994

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo Auxiliar de Brasília entre 26/02/1994 e 20/08/2004

Falecimento: 13/07/2006 – Brasília – DF (sepultado na cripta da Catedral de Oliveira – MG)

DOM JÚLIO CÉSAR GOMES MOREIRA

Bispo Auxiliar de Belo Horizonte

Data de nascimento: 18/03/1972 – Fortaleza – CE

Ordenação Presbiteral: 06/12/2003

Ordenação Episcopal: 13/12/2021

Função na Arquidiocese de Brasília: Sacerdote do clero de Brasília entre 06/12/2003 e 23/12/2020

DOM GERALDO DO ESPÍRITO SANTO ÁVILA

 Arcebispo emérito do Ordinariado Militar do Brasil

Data de nascimento: 10/04/1929 – Datas – MG

Ordenação Presbiteral: 29/11/1953

Ordenação Episcopal: 03/09/1977

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo Auxiliar de Brasília entre 03/09/1977 e 31/10/1990

Falecimento: 14/11/2005 – Brasília – DF (sepultado na cripta da Catedral Militar Rainha da Paz)

DOM FRANCISCO DE PAULA VICTOR
Bispo Auxiliar Emérito de Brasília

Data de nascimento: 11/11/1935 – Paraisópolis – MG

Ordenação Presbiteral: 01/12/1990

Ordenação Episcopal: 26/10/1996

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo Auxiliar de Brasília entre 26/10/1996 e 23/02/2011

Falecimento: 21/11/2018 – Brasília – DF (sepultado na cripta da Catedral de Brasília)

DOM MARCOS ANTÔNIO TAVONI
Bispo Diocesano de Bom Jesus de Gurgueia

Data de nascimento: 21/04/1967 – São Carlos – SP

Ordenação Presbiteral: 30/11/1996

Ordenação Episcopal: 01/03/2014

Função na Arquidiocese de Brasília: Sacerdote do clero de Brasília entre 30/11/1996 e 15/01/2014

DOM VALDIR MAMEDE

Bispo Diocesano de Catanduva -SP

Data de nascimento: 21/07/1961 – Silvianópolis – MG

Ordenação Presbiteral: 21/05/1988

Ordenação Episcopal: 16/03/2013

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo auxiliar de Brasília entre 16/03/2013 e 10/07/2019

DOM RAYMUNDO CARDEAL DAMASCENO ASSIS
Arcebispo emérito de Aparecida – SP

Data de nascimento: 15/02/1937 – Capela Nova – MG

Ordenação Presbiteral: 19/03/1968

Ordenação Episcopal: 15/09/1986

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo auxiliar de Brasília entre 15/09/1986 e 28/01/2004; Vigário Geral de Brasília entre 27/05/2021 – Incumbente

{Imagem: Google  Sites}

DOM JOSÉ RONALDO RIBEIRO
Bispo emérito de Formosa – GO

Data de nascimento: 28/02/1957 – Uberaba – MG

Ordenação Presbiteral: 05/05/1985

Ordenação Episcopal: 28/07/2007

Função na Arquidiocese de Brasília: Sacerdote do clero de Brasília entre 05/05/1985 e 06/06/2007

DOM LEONARDO ULRICH

Arcebispo Metropolitano de Manaus – Amazonas

Data de nascimento: 06/11/1950 – Forquilhinha – SC

Ordenação Presbiteral: 21/01/1978

Ordenação Episcopal: 16/04/2005

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo Auxiliar de Brasília entre 21/09/2011 e 27/11/2019

DOM GIOVANI CARLOS CALDA BARROCA

Bispo Diocesano de Uruaçu

Data de nascimento: 14/02/1969 – Brasília – DF

Ordenação Presbiteral: 03/12/1994

Ordenação Episcopal: 05/09/2020

Função na Arquidiocese de Brasília: Sacerdote do clero de Brasília entre 03/12/1994 e 17/06/2020

DOM JOÃO EVANGELISTA MARTINS TERRA, SJ
Bispo Auxiliar Emérito

Data de nascimento: 07/03/1925 – Jardinópolis – SP

Ordenação Presbiteral: 22/12/1956

Ordenação Episcopal: 20/11/1988

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo Auxiliar de Brasília entre 15/06/1994 e 16/06/2004

DOM ALBERTO TAVEIRA CÔRREA
Arcebispo de Belém do Pará

Data de nascimento: 26/05/1950 – Nova Lima – MG

Ordenação Presbiteral: 15/08/1973

Ordenação Episcopal: 06/07/1991

Função na Arquidiocese de Brasília: Bispo auxiliar de Brasília entre 06/07/1991 e 27/03/1996

DOM JEOVÁ ELIAS FERREIRA

Bispo Diocesano de Goiás

Data de nascimento: 24/08/1961 – Sobral – CE

Ordenação Presbiteral: 30/11/1991

Ordenação Episcopal: 22/08/2020

Função na Arquidiocese de Brasília: Sacerdote do clero de Brasília entre 30/11/1991 e 27/05/2020